Açúcar: Em Janeiro, Média do Indicador Sobe 0,4% – Investing.com

As cotações do cristal no mercado spot paulista tiveram leve aumento entre janeiro e dezembro, segundo dados do Cepea. A média do Indicador do açúcar cristal CEPEA/ESALQ (São Paulo) foi de R$ 68,83/saca de 50 kg em janeiro, elevação de 0,38% na comparação com a do último mês de 2018 (R$ 68,57/saca). Nos últimos sete dias, especificamente, os valores praticados no spot mantiveram-se no patamar dos R$ 69,00 por saca de 50 kg, devido à baixa demanda e à disponibilidade restrita. De 28 de janeiro a 4 de fevereiro, o Indicador do açúcar cristal CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, subiu 1,23%, a R$ 69,92/saca de 50 kg nessa segunda-feira.

ETANOL: ESTOQUES ELEVADOS MANTÊM QUEDA DO HIDRATADO

Os valores do etanol hidratado registraram a quinta baixa seguida no mercado paulista, reflexo de estoques elevados de algumas usinas, segundo pesquisas do Cepea. Esse comportamento foi observado mesmo com a postura mais firme de algumas unidades no primeiro dia de fevereiro. Entre 28 de fevereiro e 1º de fevereiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado fechou a R$ 1,5231/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), queda de 2,3% em relação à semana anterior. No caso do etanol anidro, o Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 1,7335/litro (sem PIS/Cofins), recuo de 0,49% no mesmo período.

TRIGO: COM ALTA DO GRÃO, PREÇOS DAS FARINHAS SOBEM

As cotações do em grão continuam em altos patamares, elevando os valores das farinhas, conforme indicam pesquisadores do Cepea. Agentes indicam que há oferta de trigo com boas características para processamento, utilizado para a fabricação de farinhas de qualidade superior e com tonalidade mais clara. No entanto, as negociações têm sido pontuais. Quanto às farinhas, a valorização se deve ao maior custo de aquisição da matéria-prima nesta entressafra, além de dificuldades logísticas.

LEITE: PREÇO DO UHT RECUA NO FIM DE JANEIRO

Após vários períodos de alta, o preço do leite UHT negociado no mercado atacadista de São Paulo registrou queda nas duas últimas semanas de janeiro, de acordo com pesquisas do Cepea. De 28 de janeiro a 1º de fevereiro, o preço médio do leite longa vida fechou em R$ 2,4192/litro, baixa de 1,41% frente ao da semana anterior. Segundo colaboradores, o recuo se deve ao baixo consumo, devido às férias escolares, e às fracas negociações dos atacados. Já o valor do queijo muçarela permaneceu em alta (1,42%) no mesmo período, com média de R$ 17,4925/kg. Os estoques estão controlados e as negociações seguem no mesmo ritmo que as semanas anteriores. Nos próximos dias, as vendas de ambos os produtos podem aumentar, favorecidas pelo início do mês e pela volta às aulas.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!