Bitfury vai lançar rede de mineração de bitcoin no Paraguai com apoio do governo – Portal do Bitcoin

A empresa de tecnologia blockchain ‘Bitfury Group’ e a plataforma de pesquisa e desenvolvimento ‘Common Foundation’ firmaram uma parceria e anunciaram o lançando de uma rede de mineração de bitcoin no Paraguai.

De acordo com um comunicado na última quinta-feira (31), a Bitfury disse que uma série de centros de mineração será montada no país sul-americano usando seus dispositivos BlockBox AC e toda a rede será alimentada por duas grandes usinas hidrelétricas, Itaipu e Yacyretá.

A viabilidade ocorreu devido ao apoio do governo do Paraguai ao projeto Golden Goose, da Commons Foundation, que ofereceu incentivos para que se estabelece na região o maior centro de mineração de criptomoedas do mundo, dada a ampla oferta de eletricidade barata e limpa do país.

Segundo a Bitfury, atualmente o Paraguai utiliza apenas metade da eletricidade produzida pelas duas usinas.

“O Paraguai está explorando formas criativas de usar tecnologias emergentes, como blockchain e criptomoedas, para beneficiar sua economia e seus cidadãos”, disse Sandra Otazú Vera, assessora de imprensa da Commons Foundation.

Além do projeto de mineração, a nova parceira da Bitfury também está planejando lançar uma exchange de criptomoedas no país ainda este ano.

O plano é integrar ao projeto a plataforma de análise de blockchain Crystal, resultado do desenvolvimento da equipe de software do Bitfury Group.

IPO Bitfury

A Bitfury também está considerando uma oferta pública inicial (IPO) em Amsterdã, Londres ou Hong Kong, possivelmente a ser realizada no início deste ano, segundo o Coindesk.

Em novembro de 2018, a empresa arrecadou US$ 80 milhões em fundos liderados pela empresa de capital de risco Korelya Capital.

A ação também contou com o banco de criptomoedas Galaxy Digital LP, do bilionário americano Mike Novogratz, e com a Macquarie Capital e a Dentsu Inc., empresas com sedes na Austrália e no Japão, respectivamente.

Mineração de bitcoin em baixa

O anúncio chega num momento em que várias empresas de mineração têm diminuído seu efetivo, como a Bitmain, por exemplo.

Mesmo sendo a maior empresa de mineração de bitcoin do mundo, a Bitmain tem fechado escritórios e encerrado projetos de novas instalações por conta do atual momento.

Recentemente a empresa demitiu funcionários e até fechou o que seria a maior mineradora do mundo nos Estados Unidos.

Outra mineradora, a Giga Watt, também virou notícia nos últimos dias quando encerrou suas atividades mesmo depois do pedido de concordata em um tribunal de Washington em novembro do ano passado.

Na ocasião, a empresa havia declarado falência, mas tentou dar continuidade nas atividades, porém, sem sucesso.


Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

O post Bitfury vai lançar rede de mineração de bitcoin no Paraguai com apoio do governo apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!