Guedes e Lorenzoni Não se Entendem e Geram Preocupação aos Investidores – Investing.com

Bom dia Investidores,

Ontem o caiu 0,28% e fechou em 98.311 pontos. O giro financeiro foi de R$ 16,2 bilhões.

O mercado repercutiu ontem sobre a reforma da previdência e as divergências econômicas e políticas entre Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni, o que pode gerar preocupação aos investidores. A declaração de Lorenzoni, dizendo que a proposta será muito diferente daquela que circulou na segunda, gerou um desconforto e derrubou a bolsa, mesmo com um cenário externo mais positivo.

Além disso, o resultado do Itaú(SA:), apesar de estar em linha com as expectativas, não foi bem recebida pelos investidores, que esperavam mais, principalmente nas projeções para 2019, com isso a ação caiu 4,26%. O Santander(SA:) caiu 1,05%, o Bradesco(SA:) chegou a estar caindo, mas se recuperou no final, fechando com alta de 0,04% e o Banco do Brasil(SA:) subiu 2,92%.

As ações das empresas aéreas voltaram a subir com a confirmação do corte do ICMS para querosene em São Paulo, de 25% para 12%. Com isso as ações da Gol(GOLL4 (SA:)) subiram 2,26% e da Azul(AZUL4 (SA:)) subiram 1,45%.

Já as ações da Vale(VALE3 (SA:)), que está no foco, fecharam estáveis, com leva queda de 0,08%, mas vem sofrendo com a interrupção da mina de Brucutu, a segunda maior da empresa. A Vale já recorreu para reabrir a mina e espera retomar os trabalhos o mais rápido possível, já que a empresa não vê fundamentos para a interrupção dessa mina.

Enquanto isso as ações da Petrobrás(PETR4 (SA:)) também fecharam estáveis, como leve alta de 0,08%, mesmo com o em baixa. Falando em Petrobrás, o seu ex-presidente, Ivan Monteiro, foi aprovado pelo conselho de administração da Br Foods(BRFS3 (SA:)) para a vice-presidência financeira e de relações com investidores da companhia, o que impulsionou as ações da empresa, subindo 6,50%.

Vale destacar também a ação da Small Cap Fertilizantes Heringer(SA:), que caíram 30,41% após pedido de recuperação judicial.

O caiu novamente em 0,14% e fechou em R$ 3,66, com a boa expectativa para a economia brasileira, já que o dólar se valorizou frentes as principais moedas. Prova disso, foi que caiu 0,31%, frente ao real, fechando em R$ 4,19.

Os DIs tiveram leve alta, com o mercado a espera do COPOM hoje, que ainda está sendo presidido por Ilan Goldfajn e não deve ter surpresas, com a taxa se mantendo em 6,50%. O DI jan 2021 fechou em 6,99%, enquanto o DI jan 2025 foi para 8,92%.

Na agenda hoje, apenas a decisão do Copom sobre a taxa Selic Meta. Hoje teremos o resultado do Banco ABC (SA:).
Indo para os Estados Unidos, o dia mais uma vez foi de alta, mostrando um fôlego que parecia perdido no final de 2018. O subiu 0,68%, o subiu 0,47% e o subiu 0,74%, com os bons resultados das empresas de tecnologia.

O principal motivo dessas altas, foi o FED entrando na “briga” pela economia do país, deixando um pouco de lado a preocupação com a inflação e pensando no crescimento econômico, além disso os balanços positivos e as empresas norte-americanas gerando valor, tem impulsionado as bolsas. Já o principal risco hoje está em novo shutdown, já que o Trump ontem em discurso, disse que não irá desistir de construir o muro.

Na agenda norte-americana, teremos o índice de produtividade da mão de obra do 4º trimestre e a balança comercial de novembro. Já o balanço mais relevante de hoje, será da GM.

Indo para a Europa, as bolsas abriram em baixa, com o de Frankfurt caindo 0,26%, o de Paris caindo 0,40% e o de Madri caindo 0,24%. Na agenda, teremos apenas a Theresa May voltando ao Parlamento Britânico para mais uma sessão de perguntas e respostas com o foco no Brexit.

Na Ásia, as bolsas de Hong Kong e da Coréia do Sul ficaram fechadas, enquanto a bolsa de Shangai reabriu. Com isso o Índice Shangai subiu 1,30%, enquanto o , de Tóquio, subiu 0,14%.

Já o preço do barril de petróleo, mesmo com a tendência de alta, voltou a cair, com o WTI caindo 1,65% e o caindo 0,85%, lembrando que hoje o DoE, Departamento de Energia dos Estados Unidos, informa os estoques de petróleo bruto, o que pode gerar uma volatilidade na commodity.

E para finalizar as criptomoedas fecharam as últimas 24 horas em queda, com o caindo 1,53% e a caindo 2,41%.

Por Fabio Louzada – Eu me banco!

Acorda Mercado – Ano II, Edição 103

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!