EUA consideram retirar tarifas zero para Índia, dizem fontes – Exame

País desfruta de tarifas zero sobre 5,6 bilhões de dólares em exportações para os EUA

Por Reuters

access_time 8 fev 2019, 11h36

Nova Délhi – A Índia pode perder uma importante concessão comercial dos Estados Unidos, sob a qual o país desfruta de tarifas zero sobre 5,6 bilhões de dólares em exportações para os EUA, em meio a uma disputa crescentes sobre suas políticas de investimento e comerciais, disseram pessoas com conhecimento próximo do assunto.

Um movimento para retirar o Sistema de Preferências Generalizadas da Índia, o maior beneficiário mundial de um sistema que está em vigor desde os anos 1970, seria a mais intensa ação punitiva desde que o presidente dos EUA, Donald Trump, assumiu em 2017 prometendo reduzir o déficit norte-americano com outras grandes economias.

Trump repetidamente chamou a atenção da Índia por suas altas tarifas.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, procurou o investimento estrangeiro como parte de sua campanha “Produza na Índia” para transformar o país em um centro de produção e fornecer empregos para os milhões de jovens que entram no mercado de trabalho.

Trump, por sua vez, pressionou para que a indústria norte-americana volte a produzir dentro dos EUA como parte de sua campanha “Make America Great Again”.

O gatilho para o último abalo nas relações comerciais foram as novas regras da Índia sobre o comércio eletrônico, que restringem a maneira como a Amazon.com e a Flipkart fazem negócios em um mercado online em rápido crescimento, que deve atingir 200 bilhões de dólares até 2027.

O Representante de Comércio dos EUA estava concluindo uma revisão do status da Índia como beneficiária do Sistema de Preferências Generalizadas e um anúncio é esperado para as próximas duas semanas, disseram as fontes.

“(Os dois lados) estavam tentando resolver o pacote comercial, mas não conseguiram finalizar o acordo. Enquanto isso, outras coisas, localização de dados e comércio eletrônico, surgiram”, disse uma das fontes.

A Índia e os Estados Unidos desenvolveram estreitos laços políticos e de segurança. Mas o comércio bilateral, que ficou em 126 bilhões de dólares em 2017, é amplamente visto como tendo um desempenho de quase um quarto de seu potencial.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!