Arábia Saudita não sabe onde está o corpo de Khashoggi, assegura ministro – Isto É

As autoridades sauditas não sabem onde está o corpo do jornalista Jamal Khashoggi, apesar de ter sob sua custódia a equipe que o assassinou, disse o ministro das Relações Exteriores Adel Al Jubeir em uma entrevista transmitida neste domingo.

O jornalista crítico ao reino foi esquartejado após seu assassinato em 2 de outubro no consulado saudita em Istambul, mas seus restos mortais ainda não foram encontrados.

O ministro das Relações Exteriores disse que o assassinato foi realizado por agentes sauditas “agindo fora do alcance de sua autoridade” e que 11 pessoas foram acusadas pelo crime.

Mas ao ser questionado sobre a localização do corpo do jornalista, Jubeir disse à CBS: “Nós não sabemos”.

Jubeir disse também que o procurador responsável pelo caso solicitou provas da Turquia, mas não recebeu resposta.

“Ainda estamos investigando”, ele respondeu quando perguntado por que nenhum dos detidos poderia dizer onde estava o corpo.

“Temos várias possibilidades e estamos perguntando o que fizeram com o corpo, e acredito que esta investigação está em andamento, então espero que acabemos conhecendo a verdade”, disse ele.

Jubeir foi entrevistado na sexta-feira, no mesmo dia em que o presidente Donald Trump ignorou o prazo dado pelo Congresso para relatar quem havia assassinado Khashoggi, colunista do Washington Post e crítico aberto do príncipe herdeiro Mohamed bin Salman.

A CIA concluiu que a operação saudita foi provavelmente liderada pelo príncipe herdeiro, mas a Casa Branca não quis apontar seu aliado.

“O príncipe herdeiro, nós sabemos, não ordenou isso, não foi uma operação ordenada pelo governo”, disse Jubeir.

O post Arábia Saudita não sabe onde está o corpo de Khashoggi, assegura ministro apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!