Bebianno tem reunião com Bolsonaro – Isto É

Após mal-estar no governo, o presidente Jair Bolsonaro finalmente se reuniu com o ministro da Secretaria-geral, Gustavo Bebianno, no final da tarde desta sexta-feira, 15, no Palácio do Planalto. Também estavam presentes o vice-presidente Hamilton Mourão, e dois ministros – da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

Não houve comunicado oficial sobre a permanência de Bebianno no cargo, nem pronunciamento de Bolsonaro, como chegou a ser cogitado. A reunião, no entanto, dá um sinal claro de que Bebianno ganhou uma sobrevida no governo, embora a relação esteja estremecida.

O encontro aconteceu por volta das 17h, cerca de quatro horas depois de Bebianno ter sido informado por Onyx e pelo ministro da Secretaria de Governo, Alberto Santos Cruz, que Bolsonaro decidiu mantê-lo no cargo. Nos últimos dias, no entanto, Bebianno deixou claro que gostaria de conversar pessoalmente com Bolsonaro para acertar os pontos.

Nesta sexta, o presidente concordou com a avaliação de auxiliares próximos da necessidade de afastar o seu filho e vereador, Carlos Bolsonaro, de questões do governo. Carlos foi o pivô da crise ao acusar Bebianno de mentir sobre conversas que teria tido com Bolsonaro em meio às acusações de participação no uso de candidaturas suspeitas no PSL.

Antes da reunião, durante evento na cidade de Sorriso, no Mato Grosso, o vice Hamilton Mourão disse que Bolsonaro vai “botar ordem nos filhos”. “Essas questões são internas. Os filhos são um problema de cada família. Tenho certeza que o presidente, em momento aprazado e correto, vai botar ordem na rapaziada dele”, declarou.

Carlos Bolsonaro retomou nesta sexta os trabalhos na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A Casa só voltou hoje do recesso. No plenário, tirou foto de um requerimento de outro vereador para homenagear Mourão e compartilhou as imagens nas redes sociais.

Agenda

A reunião entre Bolsonaro e Bebianno só foi divulgada pela assessoria de imprensa duas horas depois de ter acontecido. O tema não foi formalmente informado. Bolsonaro chegou de surpresa ao Palácio do Planalto no meio da tarde, apenas poucos minutos depois de Bebianno deixar o prédio.

O desencontro, segundo aliados de Bebianno, não teria sido proposital. De acordo com eles, o ministro não sabia que o presidente estava a caminho quando saiu. Diante do clima de incerteza em torno da permanência no cargo, Bolsonaro chegou a cogitar fazer um pronunciamento público sobre o assunto, mas desistiu. Ele voltou para o Palácio do Alvorada assim que a reunião acabou, por volta das 18h.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!