Comlurb coleta mais de 11 toneladas de lixo nos blocos de rua no Rio – Isto É

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) coletou 11,1 toneladas de lixo deixado pelos milhares de foliões que desfilaram nos 15 blocos que o órgão atuou.

Segundo a companhia, foram montadas equipes com 165 garis e 32 agentes de limpeza urbana. Somente no Imprensa Que Eu Gamo, que desfilou em Laranjeiras, na zona sul da cidade, foi coletada 1 tonelada de resíduos.

A Banda de Ipanema, um dos mais tradicionais blocos do carnaval do Rio, foi a que mais lixo deixou pelo caminho: 5,2 toneladas. Primeiro Amor, em São Conrado, chegou a 2,1 toneladas. Já o Desliga da Justiça, na Gávea, e o Spanta Neném, na Lagoa, acumularam, cada um, meia tonelada.

A Comlurb iniciou nesse sábado (16) a Operação Carnaval 2019 com o objetivo de coletar resíduos na passagem dos blocos de rua durante todo o período momesco.

Lixo Zero

Paralelamente a Operação Carnaval, a Comlurb colocou nas ruas as equipes do Lixo Zero, com o objetivo de coibir ações e atitudes irregulares por parte dos foliões na passagem dos blocos de rua.

As duas principais infrações neste período são o descarte irregular de pequenos resíduos, como jogar no chão papel de bala ou palito e embalagens de sorvete, garrafas PET e latinhas de alumínio.

Nesses casos o infrator pode pagar multa de R$ 205,60. Já para os foliões flagrados urinando em vias públicas, o valor é R$ 563,30.

Foram registradas até as 17h30 de sábado, 80 infrações por urinar em vias públicas e 33 para o descarte de pequenos resíduos no chão.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!