Atenção a BR Distribuidora, Embraer e Petrobras – Investing.com

Nesta terça-feira, os investidores começam o dia atentos aos balanços de BR Distribuidora (SA:) e Marcopolo (SA:), que divulgam os números do quarto trimestre de 2018 antes da abertura dos mercados. Cresce também a expectativa em torno do balanço da Petrobras (SA:), que será divulgado amanhã (26) depois do fechamento da Bolsa. Atenção para Embraer (SA:), que tem Assembleia de acionistas marcada para hoje com o objetivo de deliberar sobre a fusão com a Boeing, mas a realização continua suspensa pela Justiça.

A Petrobras deve apresentar um lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 7,8 bilhões no quarto trimestre de 2018, conforme média das estimativas de quatro casas (Santander, Itaú BBA, Morgan Stanley (NYSE:) e XP Investimentos) compiladas pelo Prévias Broadcast. Se confirmado, o resultado reverterá o prejuízo de R$ 5,48 bilhões reportado em igual trimestre de 2017. Apesar do avanço, analistas destacaram que a empresa deve ser prejudicada pela apreciação do e queda nos preços do ao se comparar os números com o terceiro trimestre de 2018.

Para o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), a média apontou para R$ 29,2 bilhões, crescimento de 124% na comparação com os R$ 12,986 bilhões reportados em igual trimestre de 2017.

Embraer

O colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) negou hoje pedido de adiamento da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Embraer que irá apreciar o acordo com a Boeing, protocolado pelo investidor Renato Chaves. A AGE, marcada para esta terça-feira (26), segue suspensa por decisão da 24.ª Vara Cível Federal de São Paulo, mas a decisão do regulador do mercado de capitais contraria vários pontos das reclamações que vêm sendo apresentadas por Chaves e outros investidores.

Na decisão, a diretoria acompanha integralmente o relatório da área técnica, para quem os documentos constantes da proposta da Embraer têm “alto grau de detalhamento”. Chaves questiona, por exemplo, a falta de um laudo dos ativos que serão transferidos para a nova empresa. Para a Superintendência de Relações com Empresas (SEP), nem a Lei 6.404/76 nem a instrução CVM nº 481/09 exigem o laudo no tipo de operação que está sendo proposta.

BR Malls (SA:)


A BR Malls vendeu a sua participação de 70% no Shopping Sete Lagoas, em Minas Gerais, por R$ 46,2 milhões. O valor representa um cap rate de 8,6%* no critério caixa e 11,1%* no critério competência, segundo a BR Malls. “A transação reforça o compromisso da companhia com a estratégia de reciclagem de portfólio e alocação de capital”, diz a empresa em comunicado.

Kroton (SA:)

A Kroton informa que não há, atualmente, nenhuma iniciativa por parte da companhia ou fato concreto que sustente notícia publicada na imprensa nacional de que avalia fazer uma cisão da divisão de serviços educacionais da Saber e abrir o capital do negócio na . A afirmação é uma resposta à questionamento da CVM, após reportagem sobre o tema.

Itaúsa (SA:)

Itaúsa informa que os conselhos de administração da empresa e da Itautec aprovaram o início das negociações para promover a incorporação das ações da Itautec por sua controladora Itaúsa. A incorporação terá o consequente cancelamento do registro da Itautec como companhia aberta categoria “A” perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Santander

O Banco Santander Brasil (SA:) informa que foi concluída ontem, após aprovação regulatória, a aquisição da totalidade das ações de emissão da Getnet Adquirência e Serviços para Meios de Pagamento de propriedade dos acionistas minoritários, correspondentes a 11,5% do capital social da Getnet.

“Como resultado da aquisição, o Santander Brasil passa a ser proprietário da totalidade das ações de emissão da Getnet e esta passa a ser uma subsidiária integral do Santander Brasil”, informa o banco.

Oi (SA:)

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) intimou a Oi a prestar esclarecimentos acerca das notícias que apontam conversas entre acionistas para uma possível substituição de Eurico Teles na presidência da operadora.

O ofício do MP-RJ foi assinado pelo promotor de Justiça Leonardo Araújo Marques e encaminhado no início deste mês para a 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, onde tramita o processo de recuperação judicial da Oi.

O promotor afirma que uma eventual mudança na direção da tele é vista com preocupação. Segundo o MP-RJ, a manutenção dos diretores nos cargos dá estabilidade ao processo, facilita a interlocução com os demais envolvidos no processo e sinaliza compromisso com as obrigações assumidas junto aos credores. Além disso, uma eventual disputa pelo comando da Oi aumentaria os riscos mercadológicos da companhia, complementa.

Intermédica

A NotreDame Intermédica (SA:) registrou lucro líquido de R$ 128,4 milhões no quarto trimestre de 2018, um crescimento de 9,1% ante o mesmo período de 2017. No acumulado do ano passado, o lucro da empresa de saúde suplementar subiu 40,3% ante 2017, para R$ 334,1 milhões. No critério ajustado, o lucro trimestral avançou 25,3%, para R$ 197,2 milhões, enquanto no ano, o crescimento foi de 43,2%, para R$ 567,5 milhões.

O Ebitda da Intermédica atingiu R$ 225,3 milhões entre outubro e dezembro do ano passado, incremento de 7,6%. No ano, o indicador cresceu 20,9%, para R$ 744,8 milhões. Já o Ebitda ajustado teve avanço de 16,2%, a R$ 277,5 milhões no trimestre. Em 2018, ficou em R$ 884,5 milhões, crescimento de 24,4%.

Eneva (SA:)

A Eneva assinou contrato de venda da sua participação na Seival Sul Mineração para a Copelmi Participações. A Eneva detém 30% das ações da Seival, detentora da titularidade dos direitos minerários pertinentes à mina de carvão mineral de Seival (Mina de Seival), localizada no município de Candiota, (RS). Com esta operação, a Copelmi passa a ser a única acionista da Seival Sul Mineração.

A Eneva também vendeu à Copelmi um imóvel de propriedade de sociedade do grupo em Candiota, na Estrada Municipal Miguel Arlindo Câmara, km 03, com 200 hectares. O preço a ser pago pela Copelmi à Eneva é de R$ 18,0 milhões pela venda das ações e de até R$ 3,0 milhões pela venda do imóvel.

M. Dias Branco (SA:)

O vice-presidente Comercial da M. Dias Branco, Francisco Marcos Saraiva (SA:) Leão Dias Branco, renunciou ao cargo. Ele será indicado pelos controladores da empresa para compor o Conselho de Administração da companhia, em eleição que será realizada na Assembleia Geral de 19 de abril. O seu ingresso na M. Dias Branco ocorreu no ano de 1980 e desde 2006 estava neste cargo.

A companhia também comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que o processo sucessório de Geraldo Luciano Mattos Júnior na vice-presidência de Investimentos e Controladoria e na Diretoria de Relações com Investidores, cuja conclusão estava prevista para o segundo trimestre, não será finalizado antes do encerramento de 2019.

Unidas

Nesta noite, a Unidas (ex-Locamérica) também divulgou os seus dados financeiros. A companhia fechou o último trimestre de 2018 com lucro líquido recorrente de R$ 69,0 milhões, montante 205,3% maior que o reportado em igual período de 2017. Com isso, a empresa acumulou, no ano passado, lucro líquido recorrente de R$ 203,4 milhões, uma alta de 200,4% em relação a 2017.

Os números da companhia para 2018 incluem os resultados da Unidas S.A. (pré-fusão) a partir do segundo trimestre, além do resultado da empresa comprada entre 9 a 31 de março por equivalência patrimonial. Já os dados de 2017 incorporaram os resultados da Auto Ricci a partir do terceiro trimestre daquele ano, além do resultado da empresa de 11 de maio a 30 de junho por equivalência patrimonial.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) recorrente consolidado (terceirização de frotas, aluguel de carros e seminovos) da Unidas somou R$ 260,0 milhões entre outubro e dezembro de 2018, um acréscimo de 143,7%. Em todo o ano passado, o indicador alcançou R$ 833,3 milhões, alta de 141,5% frente ao registrado em 2017.

(Fonte do noticiário corporativo: Agência Estado News)

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!