Apostas para o Gás Natural a US$ 3 Ficam Mais Arriscadas com Previsões Divergentes – Investing.com

Com o encerramento da janela de inverno daqui a três semanas nos EUA, os comprados em esperam mais uma corrida em direção à marca de US$ 3.

Mas, embora haja a previsão de uma geada final antes do início oficial da primavera, em 20 de março, pode não ser suficiente para que o mercado reverta o movimento em direção a esse alvo.

Dominick Chirichella, diretor de risco e negociação do Instituto de Gestão Energética de Nova York, está entre os analistas que veem uma alta limitada para a demanda de gás de aquecimento e para seus preços até março.

Em uma perspectiva escrita para o mercado nesta sexta-feira, Chirichella declarou:

“É provável que tenhamos temperaturas mais frias do que o normal durante as próximas semanas nas principais regiões consumidoras de gás natural dos EUA, o que resultará em retiradas de estoque acima do normal.”

Clima frio vs. forte produção de gás

Mas Chirichella também afirmou:

“Com a continuidade da força de produção e a primavera chegando, a atual tendência de alta, iniciada em 14 de fevereiro, pode perder o fôlego em breve.”

Os serviços públicos retiraram 166 bilhões de pés cúbicos (bpc) do para aquecimento durante a semana encerrada em 22 de fevereiro, de acordo com a Agência de Informações Energéticas dos EUA (EIA, na sigla em inglês), na quinta-feira. Embora esse dado tenha ficado abaixo da previsão de consumo de 171 bpc feita pelos analistas para a última semana, foi a quinta vez consecutiva em seis semanas que as taxas de retirada terminaram fortemente no território de três dígitos.

A retirada total de 996 bpc desde a semana encerrada em 24 de janeiro deixou apenas 1,54 trilhão de pés cúbicos em reserva, sendo responsável por um déficit de 22% em comparação com a média de cinco anos, e uma defasagem de 9% em relação à media da semana passada.

O mercado enfrenta dificuldades para acelerar perto das máximas de US$ 5

Natural Gas Daily Chart

Apesar da demanda excepcionalmente forte por aquecimento a gás neste inverno, o mercado não conseguiu acelerar novamente para perto dos preços de US$ 5, registrados em novembro.

No pregão de quinta-feira, o preço de referência de Henry Hub para os futuros de gás negociados na Bolsa Mercantil de Nova York fecharam a US$ 2,739 por milhão de unidades térmicas britânicas, registrando uma perda de 2,7% para fevereiro.

De acordo com Chirichella:

“Os limites da atual consolidação técnica de preços apresentam suporte em US$ 2,737 e resistência em US$ 2,90.”

A moderada precificação reflete as previsões heterogêneas que mostram temperaturas provavelmente muito maiores no início da primavera, após as baixas temperaturas esperadas para as próximas semanas.

Dados de aquecimento da Reuters mostram que os EUA tiveram 198 graus-dia (GD) de aquecimento na semana passada, em comparação com os 141 GD na mesma semana do ano passado e uma média de 30 anos de 171 GD para o período.

O método graus-dia de aquecimento mede o número de graus que a temperatura média de um dia fica abaixo de 18º C. A medida é usada para estimar a demanda de aquecimento de empresas e residências.

Redução no aquecimento

Dan Myers, analista da Gelber & Associates, consultoria de mercados de gás em Houston, afirmou que os graus-dia de aquecimento, como os da semana passada, serão mais raros com a chegada da primavera.

Myers escreveu em um relatório na quinta-feira:

“Depois do forte frio da próxima semana, as previsões climáticas esperam um arrefecimento do padrão na segunda semana de março, gerando uma demanda mais sazonal.”

Chirichella concorda com essa visão, ao declarar que o próximo período de 11-15 dias terá temperaturas abaixo do normal.

Ainda segundo o analista:

“A massa de ar ártico extremamente fria se espalhará sobre a região central dos UEA neste fim de semana e avançará para o Leste e o Sul no início da próxima semana.”

“Pode haver alguns dias de frio nas áreas ocidentais e centrais dos EUA, enquanto podem ocorrer temperaturas acima do normal no Sul e no Leste. É possível fazer frio no Leste no final do período, ao passo que as temperaturas podem começar a subir na região ocidental e central dos EUA.”

A Costa Leste é a região que mais demanda aquecimento a gás nos EUA e essencialmente determina as máximas e mínimas nos futuros de Henry Hub.

Visões neutras vs. algumas perspectivas altistas

A perspectiva técnica diária do Investing.com tem recomendação “Neutra” para o gás natural, estabelecendo mínima em US$ 2,724 por mmBtu e máxima em US$ 2,883 para o contrato futuro de gás com vencimento em abril no Henry Hub.

Chirichella também mantém uma visão neutra do mercado até março.

Segundo o analista:

“O padrão climático no curto prazo pode evoluir para um clima parecido com o de inverno em partes importantes dos EUA, mas isso pode não ser suficiente para gerar o tipo de rali que os comprados desejam.”

Mas nem tudo é nebuloso no mercado. Alguns analistas, como Scott Shelton, da corretora ICAP em Durham, N.C., tem uma previsão mais otimista.

Shelton sugere apostar na demanda de verão, quando o gás será destinado aos aparelhos de ar-condicionado.

Segundo o analista:

“Talvez a melhor forma de refletir essa visão seja através de opções de compra. Estou otimista de modo geral e acredito que uma queda para preços mais baixos pode gerar volatilidade, o que favorece a compra de puts no verão e compra no valor nominal.”

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!