Banco digital alemão chega ao Brasil para competir com o Nubank – Portal do Bitcoin

O banco digital alemão N26 vai abrir uma subsidiária no Brasil na próxima semana, reportou a Reuters. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (27) pelo representante da empresa no Brasil, o diretor Eduardo Prota.

Segundo Prota, que já passou por empresas como Santander e Cielo, esta é a primeira ação para a entrada do N26 na América Latina — o banco também está prestes a ‘embarcar’ nos Estados Unidos ainda neste semestre.

De acordo com a Agência, o diretor afirmou que o N26 vai oferecer um pacote de serviços bancários acessíveis via dispositivos móveis por meio de uma parceria que ainda será formada com um banco local.

A fintech, cujos fundadores são Valentin Stalf e Maximilian Tayenthal, arrecadou US$ 300 milhões (cerca de R$ 1,1 bilhão) em janeiro em uma rodada de financiamento que avaliou a startup em US$ 2,7 bilhões.

Banco estuda independência

Segundo a reportagem, o N26 ainda precisa decidir se vai operar no Brasil como um banco independente no futuro, ou seja, sem depender de uma outra instituição financeira regulada no país.

Para isso, a instituição terá que convencer os reguladores brasileiros e o Banco Central do Brasil, responsável por autorizar os movimentos de aquisição e fusão de bancos.

No entanto, o N26 já passou por fases como esta, antes de se tornar o primeiro banco digital da Europa. A empresa que surgiu da startup homônima criada em 2013 em Berlim, na Alemanha, hoje oferece seus serviços na maior parte da zona do euro e no Reino Unido.

“O N26 foi criado porque seus fundadores perceberam que os bancos não atendiam os millennials como deveriam. Trata-se de um público acostumado a resolver as coisas pelo mobile, mas que sofria com uma experiência bancária de antigamente, onde tudo é difícil e pouco transparente”, disse Prota em entrevista ao Mobile Time.

N26 vai competir com Nubank

O banco digital alemão tem 2,5 milhões de clientes em 24 países da Europa. No Brasil, considerando o modelo de empresa, o N26 vai competir diretamente com outros bancos digitais, como o Nubank, por exemplo.

Quem investe no N26

Entre os investidores do N26 estão: Insight Venture Partners, uma empresa de capital de risco de Nova York (EUA); Fundo Soberano de Cingapura (GIC), que já opera no Brasil desde 2014; Tencent Holdings, que é parceira de investimento digital do grupo Allianz; Peter Thiel, cofundador do PayPal e de várias empresas de capital de risco, além de entusiasta do bitcoin.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

O post Banco digital alemão chega ao Brasil para competir com o Nubank apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!