Enquanto a Coca perde o gás, Pepsi registra alta de 6% em 2019 – Isto É

Os primeiros meses de 2019 não têm sido bons aos investidores da Coca-Cola. A produtora do refrigerante mais popular do mundo teve uma das piores baixas do ano no S&P 500, índice que reúne as ações de grandes companhias no mercado financeiro dos Estados Unidos, e acumulou queda de 4% desde janeiro.

A retração não é tão significativa a ponto de causar alarde, mas vai na contra-mão do bom momento da S&P 500, que somou alta de 12% no mesmo período. Para piorar, as ações da sua principal rival, a Pepsi, valorizaram 6% desde o início do ano, informou a CNN.

A Coca-Cola fez uma série de investimentos e diversificou seus produtos nos últimos anos, como o lançamento de um novo sabor de baunilha de laranja, a compra por US$ 5 bilhões da rede britânica de cafés Costa e a aquisição de ações em outras empresas de bebidas.

Porém, segundo os analistas, apesar da constante movimentação da empresa, os lucros devem vir de forma lenta. O fortalecimento do dólar também não ajudou a empresa, já que o aumento da moeda norte-americana torna os produtos da multinacional menos competitivos no exterior.

Mesmo com a diversificação de produtos, a Coca-Cola foca exclusivamente no segmento de bebidas, ao contrário da Pepsi, que também é gestora de nomes alimentícios, como Doritos e a Cheetos. As marcas de salgadinhos tiveram forte alta nos últimos anos e hoje correspondem a uma grande fatia dos lucros da produtora de refrigerantes.

E a situação da Coca-Cola não deve se reverter em curto prazo. Assim como a maior parte das multinacionais, a companhia também deve enfrentar dificuldades com a iminente desaceleração da China e o esfriamento das negociações globais. A empresa ainda precisa enfrentar a crescente resistência das novas gerações para bebidas calóricas e pouco teor nutritivo. Diante de todos os impasses, uma das maiores corporações do mundo vai precisar se reinventar para não perder o gás diante das demandas de uma nova sociedade e mercado.

 

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!