Se preciso, EUA tomará ações “imediatas e apropriadas” sobre a Boeing – Exame

Funcionários de segurança aeronáutica dos Estados Unidos informaram nesta segunda-feira (11) que vão tomar ações imediatas se identificarem problemas de segurança nos aviões Boeing 737 MAX 8, depois que duas aeronaves deste modelo caíram nos últimos cinco meses.

A Administração Federal de Aviação (FAA) “continuamente avalia e supervisiona o desempenho em segurança das aeronaves comerciais americanas”, disse o organismo em um comunicado.

“Se identificarmos algum aspecto que afete a segurança, a FAA tomará ações imediatas e apropriadas”, acrescentou.

A FAA notificou outras autoridades internacionais de aviação civil de que em breve poderá compartilhar informação de segurança sobre o 737 MAX 8 de Boeing, destaca o comunicado.

Um destes aparelhos, que realizava o voo ET302 da Ethiopian Airlines, caiu no domingo a sudeste de Adis Abeba minutos após a decolagem, matando as 157 pessoas a bordo.

O mesmo modelo de aeronave – uma versão mais eficiente em economia de combustível do 737 – caiu no final de outubro na costa da Indonésia, também após a decolagem, deixando 189 mortos.

Uma equipe da FAA está na Etiópia participando da investigação sobre o acidente de domingo ao lado de inspetores da Junta Nacional de Segurança do Transporte dos Estados Unidos.

Os investigadores já encontraram as caixas-pretas do aparelho, que se dirigia para Nairóbi.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!