Corpo de uma das vítimas fatais havia sido divulgado com identidade diferente – Isto É

O corpo de uma das vítimas fatais do tiroteio, Kaio Lucas da Costa Limeira, de 15 anos, havia sido divulgado com uma identidade diferente. O primeiro nome anunciado pela Secretaria de Segurança Pública era do estudante Pablo Henrique Rodrigues, que está vivo. O tio de Kaio, Adriano Costa, explica o motivo da troca de identidades.

“O Kaio estava caído e encontraram o documento de outro garoto perto quando fizeram o socorro. Ao divulgarem os nomes, a mãe do menino que perdeu o RG (Pablo) ligou no IML e avisou que seu filho estava vivo e em casa”, disse ao jornal O Estado de S. Paulo.

A família suspeitou da morte de Kaio, pois o menino estava desaparecido. O pai de Kaio foi chamado pelo IML para fazer o reconhecimento do corpo.

A prima de Kaio, Francine Dangelo, relata que ele “era um menino tranquilo, evangélico. Tinha 60 pessoas da família procurando ele aqui, no Bunky, em hospitais, na rua. A família já estava aqui há algumas horas, mas, só depois de conseguir a autorização na delegacia, pôde ver os corpos.”

Segundo ela, a família começou a suspeitar depois de ver um vídeo do ataque.


Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!