Dólar tem maior recuo em um mês e fecha em R$ 3,857

Depois de um dia de turbulências no mercado financeiro na última sexta-feira (22), a moeda norte-americana registrou o maior recuo diário em mais de um mês. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (25) vendido a R$ 3,857, com recuo de R$ 0,045 (-1,15%). Essa foi a maior queda para um dia desde 12 de fevereiro, quando a divisa tinha recuado 1,31%.

A divisa abriu em alta, vendida a R$ 3,92, mas recuou ao longo da sessão até fechar próxima da mínima do dia. Na última sexta-feira (22), o dólar tinha subido 2,69% e fechado em R$ 3,902. Essa tinha sido a maior alta diária desde 18 de maio de 2017, dia seguinte à revelação de gravações do empresário Joesley Batista.

No mercado de ações, o dia foi de estabilidade. Depois de cair 3,1% na sexta-feira, o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), recuou apenas 0,08%, encerrando aos 93.662 pontos.

A estabilidade no mercado financeiro ocorre depois de o presidente Jair Bolsonaro ter se reunido com vários ministros e ter reconhecido a necessidade da aprovação da reforma da Previdência para reequilibrar as contas públicas. Também hoje, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Congresso é maduro para discutir a reforma e disse estar confiante da aprovação da proposta em três ou quatro meses.

 

 

Edição: Sabrina Craide

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!