Dólar amplia queda com desmonte de posições por otimismo externo e Previdência – Isto É

O dólar renovou mínimas nesta segunda-feira, 1º de abril, até R$ 3,8649 (-1,30%). A ampliação das perdas reflete um movimento de desmonte de posição cambiais defensiva, estimulado pelos números melhores da indústria chinesa e a inesperada queda de 0,2% das vendas no varejo dos EUA em fevereiro, além do ambiente político mais tranquilo, sobretudo a relação entre o governo e a Câmara no esforço para a aprovação da reforma da Previdência, afirma Jefferson Rugik, diretor superintendente da Correparti.

O ajuste ocorre ainda em meio a expectativas pela ida do ministro da Economia, Paulo Guedes, à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara na quarta-feira e a divulgação do relatório de empregos dos Estados Unidos (Payroll) na sexta-feira, afirma.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!