Exterior Começa Positivo com China e EUA – Investing.com

Bom dia Investidores,

Na sexta o subiu 1,09% e fechou aos 95.414 pontos com um giro financeiro de R$ 15,2 bilhões. Essa subida não foi o suficiente para reverter o mês negativo de março, que fechou com 0,18% negativo, porém longe de apagar a ótima performance acumulada de 8,57% em 2019.
O motivo da alta de sexta, foi o mercado ainda repercutindo a trégua de Bolsonaro e Maia, que tanto incomodou na última semana, com tweet de cá e entrevista de lá. Ainda no ambiente político, a escolha do Deputado Marcelo Freitas, do mesmo partido de Bolsonaro, PSL, para ser o relator da reforma na CCJ, mostrou força do governo que parecia menos articulado, retomando parte da confiança dos investidores.

E claro, não menos importante, o exterior ajudou bastante, com os avanços nas negociações comercias entre China e EUA e finalmente a reversão das taxas de juros nos EUA, com o título mais curto voltando a pagar menos que o título mais longo, mas logo falaremos mais disso.

Com essa melhora da confiança, muitas ações voltaram a fechar o dia em alta, com destaque para as ações da Vale (SA:) que subiram 3,31%, com a alta do . A ironia aqui está no fato de que o preço do minério de ferro subiu, por conta da tragédia de Brumadinho, já que diminuiu a escala de produção da Vale, e quanto menos produz, menor a oferta, e por consequência, maior o preço. No mês as ações da Vale subiram 8,13%.

A mesma alta do preço do minério favoreceu as ações da CSN (SA:) que subiram 3,64% e já acumulam alta de 83,82% em 2019, só em março, a alta foi de 24%. Já as ações da Petrobras (SA:) fecharam exatamente de lado, no zero a zero, apesar da alta do preço do barril de , porém no mês a alta foi de 3,70%.

Enquanto isso os bancos, que sofreram bastante nos últimos dias, voltaram a fechar bem, porém não o suficiente para recuperar o mês, com as ações do Itaú (SA:) subindo 0,97% na sexta, mas 2,22% negativo em março, as ações do Bradesco (SA:) subiram 1,71% na sexta, mas 0,72% negativo em março, Santander (SA:), respectivamente, 1,92% de alta e 2,16% de baixa, Banco do Brasil (SA:), respectivamente 1,46% de alta e 3,46% de baixa. Já o Banco Inter (SA:) fechou com alta de 2,34% na sexta e 38,79% em março, mostrando o seu potencial de crescimento com o seu banco 100% digital.

Já o fechou praticamente de lado, caindo 0,01%, cotada a R$ 3,91. Em março, a moeda subiu 1,01%, e no ano, a alta já está acumulada em 4,29%, contrariando mais uma vez aquela lógica de que quando bolsa sobe, dólar cai, e vice-versa. Estamos em 2019 com dólar subindo 4,29% e Ibovespa subindo 8,57%, logo já fica um recado para você pensar fora da caixa e sair de padrões pregados em livros de “fique milionário”. Por isso ao invés de conselho, busque conhecimento. Já fechou em baixa de 0,34% na sexta, já no mês a alta foi de 2,81%.

Seguindo com o Acorda Mercado, tivemos leve alta nas das taxas de juros. O DI Jan 2021 subiu de 7,11% para 7,14%, enquanto o DI jan 2025 subiu de 8,72% para 8,75%. No mês, o DI jan 2021 recuou 0,14%, enquanto o DI jan 2025 recuou 0,34%.

Na agenda, teremos hoje às 8 horas o IPC-S de março e os dados da balança comercial às 15 horas. Já no calendário de balanços, apenas a Cemig (SA:).

Indo para os Estados Unidos, o dia foi de alta, com o subindo 0,82%, o subindo 0,67% e o subindo 0,78%. O motivo dessa alta foi uma maior confiança com os avanços nas negociações comercias entre China e EUA, que serão retomadas na quarta-feira, com a delegação chinesa chegando aos EUA, e a inversão nas taxas de juros. A T-Bill de três meses está com taxa de juros em 2,39%, enquanto os Notes de 10 anos estão pagando 2,40%.

Hoje a agenda será cheia nos EUA e no mundo, logo às 9h30 teremos os dados de vendas no varejo americano em fevereiro, às 11h o ISM da indústria, que mede a atividade industrial, uma medida muito importante de confiança nos EUA.

Já na Europa, entramos no horário de verão, agora as bolsas passam a fechar às 12h30 no horário de Brasília. Até por isso, mesmo com o acorda mercado mais cedo, continuamos a pegar a abertura do mercado, que hoje está em alta. Frankfurt está subindo 1,47%, Londres subindo 0,98%, Paris subindo 1,03% e Madri subindo 0,69%. Por lá teremos hoje o PMI da Alemanha, da zona do euro e do Reino Unido. Falando em Reino Unido, hoje o Parlamento Britânico voltará a discutir as alternativas para o Brexit.

Indo para a Ásia, as bolsas também fecharam em alta, com Tóquio subindo 1,43%, Shanghai subindo 2,58%, Seul com alta de 1,29% e Hong Kong subindo 1,83%. Lá as notícias foram boas, além da retomada das negociações com os EUA, a China divulgou o PMI que subiu de 49,2 para 50,5, saindo de um cenário de contração para expansão, já o Japão também subiu, de 48,9 para 49,2, porém abaixo dos 50 pontos, que indica cenário recessivo ainda.

O preço do barril de petróleo voltou a subir, ignorando os tweets de Trump. Já os sauditas buscam um preço maior, até por isso tem cortado a produção, conforme reunião da OPEP. Com isso o WTI subiu 1,42% e o subiu 0,72%.

Já as criptomoedas estão em cenário de alta nas últimas 24 horas, com o subindo 0,63%, a subindo 1,32% e a subindo 1,06%.

Ótima semana e bons negócios!

Por Fabio Louzada – Eu me banco!

Acorda Mercado – Ano II, Edição 139

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!