IPC-Fipe sobe 0,51% em março e acumula inflação de 1,64% no 1º trimestre – Exame

No período de 12 meses, o aumento do índice foi de 4,66%

Por Estadão Conteúdo

access_time 3 abr 2019, 06h56

São Paulo — O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,51% em março, desacelerando levemente em relação ao ganho de 0,54% observado em fevereiro e ante o acréscimo de 0,55% registrado na terceira quadrissemana do mês passado, segundo dados publicados nesta quarta-feira, 3, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O resultado de março veio no piso do intervalo das estimativas de sete instituições de mercado consultadas pelo Projeções Broadcast, que iam de alta de 0,51% a 0,60%, e abaixo da mediana das previsões, de +0,52%.

No primeiro bimestre, o IPC-Fipe acumulou inflação de 1,64%. Nos 12 meses até março, o aumento do índice foi de 4,66%.

Em março, três dos sete componentes do IPC-Fipe subiram com menos força ou ampliaram deflação. Foi o caso de Habitação (de 0,41% em fevereiro para 0,20% no mês passado), Vestuário (de 0,20% para 0,05%) e Despesas Pessoais (de -0,36% para -0,84%).

Por outro lado, avançaram de forma mais acentuada os segmentos Alimentação (de 1,64% para 1,75%), Transportes (de 0,22% para 0,69%), Saúde (de 0,29% para 0,48%) e Educação (de 0,03% para 0,09%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe em março:

– Habitação: 0,20%

– Alimentação: 1,75%

– Transportes: 0,69%

– Despesas Pessoais: -0,84%

– Saúde: 0,48%

– Vestuário: 0,05%

– Educação: 0,09%

– Índice Geral: 0,51%

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!