Rússia promete libertar dezenas de orcas e belugas – Isto É

Um ativista do Greenpeace pinta uma imagem de uma orca em Moscou em 2 de abril de 2019 – AFP

As autoridades russas prometeram, nesta segunda-feira, libertar dezenas de orcas e belugas capturadas no extremo oriente russo e que estão amontoadas em tanques desde o verão, uma situação que comoveu os defensores do meio ambiente.

Mais de 1,4 milhão de pessoas, entre elas o ator Leonardo DiCaprio, assinaram uma petição no site change.org para pedir a libertação em mar aberto destas 11 orcas e 93 belugas, cuja situação expôs o comércio destes mamíferos marinhos para os parques de diversões aquáticos.

Sob uma crescente pressão internacional, o governador da região de Sakhalin, Oleg Kojemiako, anunciou que “tomou a decisão de libertar os animais na natureza” depois de ter se reunido com o americano Charles Vinick, um defensor dos animais, e com o filho do famoso explorador francês Jacques-Yves Cousteau, Jean-Michel.

“Nosso objetivo é libertar todos” estes animais, declararam os três homens em um comunicado conjunto.

Jean-Michel Cousteau, de 80 anos, é o fundador da associação Ocean Futures Society, enquanto Charles Vinick dirige o Projeto Santuário de Baleias, cujo objetivo é criar um santuário para as baleias e golfinhos que lhes permita escapar dos parques aquáticos.

Cousteau disse à AFP estar convencido de que “muitos animais” serão libertados mas que será necessário algum tempo para encontrar a melhor solução para cada um. “Se alguns estão doentes, iremos nos encarregar de seu cuidado”.

A Rússia é o único país onde estes mamíferos podem ser capturados em pleno oceano com fins “pedagógicos”, o que constitui uma lacuna jurídica que os traficantes utilizam para vender animais no exterior, particularmente na China.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!