Centrão quer votar PEC do Orçamento antes de Previdência na CCJ – Exame

Brasília – O Centrão deve impor uma barreira à celeridade da aprovação de reforma da Previdência na Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ). Foi feito um pedido para que o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), paute na segunda-feira o encaminhamento da proposta de emenda à Constituição (PEC) do Orçamento Impositivo das emendas de bancada. “Já avisamos ao presidente da CCJ que é melhor pautar antes”, disse o líder do PP na Câmara, deputado Arthur Lira (AL). “Não faz sentido deixar essa PEC, que é consensual, para daqui 15 dias”, reforçou.

O plenário do Senado concluiu na semana passada a votação da proposta de emenda à Constituição do Orçamento Impositivo, que engessa ainda mais as contas do governo. A matéria seguiu para uma nova análise da Câmara dos Deputados porque o texto sofreu mudanças no Senado.

Nesta quarta,10, os membros da CCJ da Câmara decidiram reduzir o tempo de discursos e limitar a participação de parlamentares que não constituem o colegiado para o debate sobre a reforma da Previdência na próxima semana. O acordo é válido apenas para a fase de debate e não para o período da votação da proposta. A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), chegou a dizer que a votação seria na terça-feira, mas não há consenso sobre isso e, com a iniciativa do Centrão, a votação pode atrasar ainda mais.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!