Ovinos: Preços do Vivo e da Carcaça Registraram Movimentações Distintas em Março – Investing.com

Em março, os preços do cordeiro vivo e da carcaça ovina registraram movimentações distintas dentre os estados acompanhados pelo Cepea. No Ceará, colaboradores relataram que a oferta de animal esteve maior, enquanto a procura pela proteína diminuiu, cenário que pressionou os valores e dificultou as negociações no correr do mês. Na Bahia, os poucos agentes ativos ao longo de março elevaram o preço médio da carcaça. Já para os estados do Centro-Sul, a liquidez do mercado foi maior, mas isso não se refletiu de forma homogênea nas cotações.

No geral, verifica-se que parte dos colaboradores consultados pelo Cepea vem praticando os mesmos preços há alguns meses. Segundo esses agentes, a concorrência com a proteína importada e a situação econômica do País são fatores que limitam reajustes expressivos nos valores do cordeiro vivo e nos da carcaça, uma vez que os consumidores tendem a não absorver preços maiores. Assim, em março, o preço médio do cordeiro vivo negociado no Ceará foi de R$ 5,23/kg e o da carcaça, de R$ 12,50/kg, retrações de 12% e de 4% frente a fevereiro e de 27% e 31% em relação a março/18, em termos reais (valores deflacionados pelo IPCA de fevereiro/19).

De fevereiro para março, na Bahia, estado com o maior rebanho de ovinos, a carcaça valorizou-se 11%, com média de R$ 15,00/kg no último mês. Na comparação com março de 2018, verifica-se alta de 8% no preço da carne, em termos reais.

Já no Rio Grande do Sul, que reúne o segundo maior volume de animais, a cotação do cordeiro vivo teve alta de 1,5% em março, enquanto a da carcaça recuou 2%, passando, respectivamente, para R$ 6,58/kg e R$ 15,75/kg. Em relação ao mesmo período do ano passado, o preço do cordeiro sul-riograndense registra alta de 4% e o da carcaça, queda de 5%, em termos reais.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!