Firjan: só 4 dos 27 estados vivem sem déficit previdenciário – Exame

Rio – O déficit da Previdência pública dos governos estaduais, incluindo a aposentadoria dos três Poderes, foi de R$ 77,8 bilhões em 2017, mostra estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgado nesta quinta-feira, 11. São Paulo registrou o maior rombo em 2017, com déficit de R$ 18 bilhões. Rio Grande do Sul teve o segundo maior dado negativo, com R$ 11,1 bilhões. Rio de Janeiro, com R$ 10,6 bilhões, e Minas Gerais, com R$ 8,2 bilhões, completam a lista.

O estudo revela que apenas quatro Estados registravam superávit na Previdência em 2017: Amapá, Roraima, Rondônia e Tocantins. Todos os 23 demais registraram déficits.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, aproveitou a divulgação dos dados para defender a reforma da Previdência. “A conta vai ser paga por todos nós e sem capacidade futura de essa conta melhorar. Gostaria que os congressistas se debruçassem sobre esse quadro”, disse Gouvêa Vieira.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!