Riscos com tendência desfavorável ameaçam crescimento global, diz FMI – Exame

WASHINGTON – As autoridades financeiras globais disseram neste sábado que os riscos para o crescimento econômico mundial foram “inclinados para desfavoráveis” devido a fatores como as tensões comerciais, as incertezas políticas e o repentino aperto nas condições financeiras.

Os riscos em elevação ocorrem ante um cenário de pouco espaço de manobra nas políticas, níveis de endividamento fiscais historicamente elevados e vulnerabilidades financeiras agravadas, disseram as autoridades em uma comunicação conjunta do comitê gestor do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O comunicado foi divulgado durante reuniões preliminares do FMI e do Banco Mundial, em Washington.

Mais cedo, a China criticou a política de “America First” do presidente dos EUA, Donald Trump, que tem precipitado uma disputa comercial entre as duas maiores economias do mundo, com a imposição recíproca de tarifas sobre centenas de bilhões de dólares em bens.

“O protecionismo de alguns países tem prejudicado a confiança mútua entre os países, limitado o escopo da cooperação multilateral e impedido a disposição de alcançá-la”, disse Chen Yulu, vice-diretor do Banco do Povo da China, em uma mensagem ao Comitê do Fundo Monetário Internacional.

“Unilateralismo e protecionismo podem somente exacerbar os desequilíbrios domésticos e enfraquecer os ajustes estruturais necessários, o que pode afetar negativamente os países envolvidos e o crescimento global”, disse ele.

(Por David Lawder e Leika Kihara)

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!