Porta-voz: governo sabe que ainda enfrentará fortes resistências à reforma – Exame

Brasília — O porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, afirmou nesta terça-feira, 23, que o governo Jair Bolsonaro espera mais resistências à aprovação da PEC (proposta de emenda à Constituição) da reforma da Previdência no Congresso. A base de Bolsonaro tenta votar nesta terça um parecer favorável à PEC na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

“O presidente acredita que a votação da admissibilidade da PEC da Nova Previdência na CCJ é mais um passo na difícil trajetória de mudar o País”, afirmou. “O governo sabe que enfrentará ainda fortes resistências corporativas e políticas, mas essa pauta transcende a questão de governo. Estamos convencidos de que eventuais sacrifícios serão transformados em benefícios duradouros para gerações que venham a suceder-nos.”

Em declaração à imprensa, o porta-voz afirmou que o presidente agradeceu aos envolvidos na elaboração da reforma, no governo e no Congresso. O trabalho da equipe econômica foi classificado como “exímio” por Rêgo Barros.

Segundo o general, Bolsonaro não vai realizar pronunciamento em cadeia nacional de televisão.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!