Kim atrasa duas horas para cerimônia militar em Vladivostok – Isto É

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, em cerimônia no memorial de Vladivostok, em 26 de abril de 2019. – AFP

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, fez os soldados russos que o aguardavam para uma cerimônia militar em Vladivostok esperarem durante mais de duas horas, um dia após sua inédita reunião com o presidente Vladimir Putin.

Por volta das 10H00 local (21H00 Brasília), foi estendido um tapete vermelho diante do memorial dedicado à Frota do Pacífico, no cais do porto desta cidade do Extremo Oriente russo, onde há uma chama eterna e um submarino transformado em museu.

A guarda com uniforme de desfile e a imprensa esperaram sob uma chuva leve e uma temperatura de 5º até a anulação da cerimônia e a retirada do tapete, mas cerca de duas horas depois, todos voltaram, os turistas foram afastados e finalmente chegou a limousine com o líder norte-coreano.

Com casaco e chapéu pretos, Kim Jong Un, acompanhado do governador da região, depositou uma coroa de flores diante da chama, antes de passar a tropa em revista e partir.

Kim chegou na quarta-feira a Vladivostok, onde manteve um encontro de cinco horas com Putin, o primeiro neste nível entre os dois países desde 2011, quando o então presidente Dmitri Medvedev recebeu Kim Jong Il, pai do atual líder norte-coreano.


Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!