Desemprego na zona do euro cai a 7,7% em março, menor índice desde 2008 – Exame

A taxa de desemprego da zona do euro recuou de 7,8% em fevereiro a 7,7% em março, após ajustes sazonais, informou nesta terça-feira a agência oficial de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam manutenção da taxa em 7,8%. O resultado registrado é o mais baixo desde setembro de 2008.

A taxa de desemprego de toda a UE recuou a 6,4% em março, de 6 5% em fevereiro, na mínima desde o início da série, em janeiro de 2000.

PIB avança 1,2% no 1º trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro registrou crescimento de 0,4% no primeiro trimestre ante o quarto trimestre do ano passado. Na comparação anual, o PIB da região teve alta de 1,2%. Os resultados superaram as projeções dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, que eram de avanços de 0,3% e 1,0%, respectivamente.

Na comparação anual, o PIB da zona do euro manteve o patamar de crescimento de 1,2% do quarto trimestre do ano passado. Ante o trimestre imediatamente anterior, o resultado mostrou aceleração já que o avanço do PIB no quarto trimestre ante o terceiro havia sido de 0,2%.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!