“Woodstock capitalista”: assembleia de Buffet reúne milhares nos EUA – Exame

Assembleia-geral do fundo Berkshire Hathaway, que vale mais de 500 bilhões de dólares, teve a presença de nomes como o presidente da Apple, Tim Cook

Por AFP

access_time 4 maio 2019, 17h40 – Publicado em 4 maio 2019, 17h39

O bilionário norte-americano Warren Buffet abriu neste sábado (04) a tradicional assembleia-geral anual de seu império, Berkshire Hathaway, na pequena cidade de Omaha, no coração da zona rural de Nebraska, no centro dos Estados Unidos.

“Bem-vindos”, desejou Buffet, recebendo jornalistas no centro de exposições onde é realizado o grande evento, com a presença de altos executivos, investidores e milionários de todo o mundo.

Este ano muitas delegações chinesas chegaram no evento e Tim Cook, presidente da Apple, é uma das principais figuras.

Buffett, de 88 anos, visitou um shopping center onde encontrou vários objetos que têm sua imagem, de chocolates a diamantes, passando por colares de pérolas, camisas, xícaras e brincos.

Buffet recebeu também demonstrações de carinho e admiração ao encontrar um grupo de mulheres que viajaram da Índia exclusivamente para vê-lo.

Em um anfiteatro parecido com um estádio de futebol, “o oráculo de Omaha”, Buffet e Charlie Munger, 95 anos, seu parceiro de longa data nos negócios, responderam, por mais de cinco horas, às perguntas dos acionistas que foram ouvi-los falar dos bons investimentos financeiros futuros.

Sua sucessão e o nome de seu substituto são duas das questões que certamente surgirão ao longo do encontro. Buffet também realizará reuniões privadas com investidores e chefes de empresas.

Berkshire Hathaway, que tem um valor de mais de 530 bilhões de dólares no mercado de ações, anunciou antecipadamente no sábado lucro de 21,66 bilhões de dólares para o primeiro trimestre, em comparação com uma perda de 1,1 bilhões de dólares no mesmo período em 2018.

Além de investimentos em empresas como American Express, Apple, JPMorgan Chase e Goldman Sachs, a Berkshire Hathaway atua nos setores de seguros (Geico), ferroviário (BNSF) e de energia (PacifiCorp).

Woodstock capitalista

A Assembleia Geral da Berkshire Hathaway evoluiu ao longo dos anos para se tornar o “Woodstock dos capitalistas”, como é chamado.

Warren Buffett, dono de uma fortuna de 90 bilhões de dólares, continua morando em uma casa modesta que adquiriu em 1958, a dez minutos do centro da cidade.

O único sinal visível de medidas de segurança nas proximidades são as câmeras de vigilância, mas pode acontecer de um guarda sair de casa rapidamente em caso de alguma incidente.

Isso porque cerca de 20.000 pessoas que conseguiram obter o acesso ao local começaram a fazer fila desde as 05h00 da manhã para poder se aproximar do admirado magnata.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!