Rio Tinto monitora problemas na produção de minério de ferro no Brasil – Isto É

A Rio Tinto acompanha de perto os problemas na produção de minério de ferro no Brasil para determinar se irá acelerar qualquer projeto para elevar sua própria produção e deve ter uma ideia mais clara disso até o fim deste ano, afirmou o executivo-chefe da mineradora, Jean-Sebastien Jacques.

As exportações do ingrediente do aço do Brasil, um dos maiores produtores de minério de ferro, têm recuado conforme a gigante Vale corta produção, após o desastre mortífero do rompimento da barragem de Brumadinho em janeiro. “Há muita incerteza em relação à Vale. Nós não sabemos o que o regulador fará no Brasil”, comentou Jacques a repórteres, após reunião anual dos acionistas na Austrália. “Até o fim deste ano, nós teremos uma avaliação melhor do equilíbrio entre a oferta e a demanda e se faz sentido avançar mais ou não.”

O executivo comentou que a mineradora anglo-australiana tem uma série de alternativas, em sua rede de 16 minas de minério de ferro no noroeste da Austrália. Uma delas é acelerar a segunda fase de uma nova mina de minério de ferro de US$ 2,6 bilhões na região do Outback australiano que será a mais tecnológica existente até agora.

Os preços do minério de ferro tiveram altas com os problemas da produção da Vale. Em março, a companhia brasileira disse esperar vendas mínimas em 2019 de 307 milhões de toneladas, de 309 milhões de toneladas no ano passado. Antes, ela projetava 382 milhões de toneladas.

A Rio Tinto, contudo, enfrenta alguns problemas operacionais. Ela recentemente reduziu sua meta para a produção de minério de ferro em 2019, após um ciclone e um incêndio prejudicarem operações na Austrália. Ainda assim, os preços altos do minério de ferro levaram para cima o preço da ação da empresa, que atingiu no mês passado máxima desde 2008. Fonte: Dow Jones Newswires.


Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!