Governo reduzirá investimentos a R$35 bi por gastos com Previdência – Exame

Secretário de Previdência do Ministério da Economia projetou que a reforma será aprovada no Congresso até setembro

Por Reuters

access_time 10 maio 2019, 14h41

Rio de Janeiro – O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, afirmou nesta sexta-feira (10), que o governo vai reduzir o investimento neste ano a 35 bilhões de reais devido aos gastos elevados com a Previdência, e projetou que a reforma nas leis da aposentadoria será aprovada no Congresso até setembro.

“(Da forma como está o nivel de gastos), aquilo que não é obrigatório acaba sendo comprimido, como no caso do investimento. O investimento vem sendo comprimido ano a ano e no Orçamento de 2019 está reduzido para 35 bilhões”, disse ele ao participar de evento no Rio de Janeiro.

De acordo com Rolim, se os gastos com a Previdência continuarem no ritmo atual, a capacidade de investimento da União irá zerar em dois anos.

Segundo dados apresentados pelo secretário, em 2018 os gastos com Previdência e assistência somaram 830,6 bilhões de reais e a capacidade de investimento da União foi de 53,1 bilhões.

Para 2019, a projeção é de gastos previdenciários de 903 bilhões de reais e investimentos de 35 bilhões.

Rolim ainda projetou que a expectativa é votar a PEC da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados na primeira quinzena de junho, com a votação na Câmara no primeiro semestre.

“Nossa expectativa é concluir no primeiro semestre a votação na Câmara. No Senado será aprovada no início do segundo semestre, provavelmente em setembro”, completou.

O secretário destacou ainda que a meta de economia de 1,2 trilhão de reais com a reforma previdenciária será perseguida pelo governo, e que se o “Congresso fizer algum ajuste terá que haver compensação para que a potência fiscal seja mantida”.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!