Guerra Comercial Vai Muito Além de Tarifas e Propriedade Intelectual – Investing.com

Um cenário aparentemente mais calmo nas bolsas de valores internacionais, após uma segunda-feira de perdas expressivas em todo o mundo, ainda baseados nos desenvolvimentos da guerra comercial entre EUA e China.

Após o retorno da taxação americana, a China retaliou, porém deixando a retomada para os próximos dois meses, ou seja, abrindo espaço para que as negociações de alguma maneira avancem.

Todavia, a questão mais profunda, a de propriedade intelectual também é uma das mais difíceis e complexas, dado inclusive um elemento cultural envolvido. Num espectro histórico mais próximo, podemos lembrar o processo de industrialização no Japão após a queda do Shogunato Tokugawa no séc. XIX.

Como a proteção à propriedade intelectual naquela época era muito difícil em nível internacional, os japoneses copiavam tudo o que podiam do que era trazido para a industrialização do país.

A cópia nunca era exata, pois incluía elementos locais e muitas vezes, sofisticações nunca vistas antes.

Tal posicionamento de certa maneira continuou durante a reindustrialização do Japão no pós-segunda guerra e tal modelo do uso de engenharia reversa e inovação foi copiado pela Coreia do Sul e agora pela China, algo que também ocorre em menor escala no Vietnã.

Muitos elementos são sim roubo de propriedade intelectual por parte da China e com a tecnologia, isso fica cada vez mais visível, mas uma parte ainda é o padrão asiático de produção e aquisição de conhecimento.

Daí se vê que não é meramente uma questão de patentes envolvidas, tarifações e etc e sim um modo de certamente frear o crescimento exponencial daquele que pode tomar o lugar dos EUA como primeira economia do mundo. Há muito mais além do que veem os olhos.

Destacam-se hoje os resultados de Bradespar (SA:), Taurus (SA:), Multiplus (SA:), Paraná Banco, Indusval (SA:), BR Brokers (SA:), Rossi (SA:), Banrisul (SA:), EZTec (SA:), Minerva (SA:), Heringer (SA:), Gafisa (SA:), AES, Copel (SA:), Light (SA:), Allianz (DE:), Vodafone (LON:), Nissan, Shiseido e Merck.

Atenção à ata da última reunião do Copom e Caged.

CENÁRIO POLÍTICO

A questão de Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz e a quebra de sigilo bancário; a delação de Constantino envolvendo Maia; a ausência deste no exterior, no momento em que a PEC de reestruturação do governo demandava sua presença no plenário e; o ‘pecado’ de Bolsonaro ao dizer que a Moro havia sido prometido o supremo são os elementos negativos da política na semana.

Daí a resposta dos deputados: “Difícil votar qualquer coisa esta semana”

ABERTURA DE MERCADOS

A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em alta, ainda pelos desenvolvimentos da questão sino-americana.

Na Ásia, o fechamento foi negativo, com a ausência de avanços no acordo comercial.

O opera em queda contra a maioria das divisas, enquanto os Treasuries operam positivos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, altas, destaque ao .

O abre em alta, leve melhora do contexto.

O índice de volatilidade abre em queda de 8,4%

CÂMBIO
Dólar à vista : R$ 3,9938 / 0,96 %
Euro / Dólar : US$ 1,12 / 0,071%
Dólar / Yen : ¥ 109,69 / 0,357%
Libra / Dólar : US$ 1,29 / -0,077%
Dólar Fut. (1 m) : 3983,96 / 0,63 %

JUROS FUTUROS (DI)
DI – Janeiro 20: 6,41 % aa (-0,12%)
DI – Janeiro 21: 6,92 % aa (0,58%)
DI – Janeiro 23: 8,05 % aa (0,75%)
DI – Janeiro 25: 8,60 % aa (0,82%)

BOLSAS DE VALORES
FECHAMENTO
: -2,69% / 91.727 pontos
: -2,38% / 25.325 pontos
: -3,41% / 7.647 pontos

: -0,59% / 21.067 pontos
: -1,50% / 28.122 pontos
: -0,92% / 6.240 pontos

ABERTURA
: 0,504% / 11936,49 pontos
: 1,046% / 5317,62 pontos
FTSE: 0,885% / 7227,05 pontos

Ibov. Fut.: -2,79% / 92136,00 pontos
S&P Fut.: 0,816% / 2830,00 pontos
Nasdaq Fut.: 0,902% / 7380,75 pontos

COMMODITIES
Índice Bloomberg: 0,54% / 78,90 ptos

Petróleo WTI: 1,02% / $61,66
:1,07% / $70,98

: -0,24% / $1.296,81
: -0,74% / $94,38

: -0,49% / $14,35
: 2,09% / $354,75
: -1,34% / $88,25
: -0,59% / $11,76

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!