Banco Central estuda medidas para estimular educação financeira

O Banco Central (BC) estuda medidas para estimular a educação financeira no país. Uma das ideias seria juros menores no crédito para quem participar de programas de educação financeira, afirmou o hoje (16) o presidente do BC, Roberto Campos Neto, em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional.

“Criatividade e tecnologia são bem vindas para ajudar a aumentar a educação financeira no país “, disse Campos Neto.

Para Campos Neto, ao melhorar a educação financeira da população, haverá menor endividamento.

Segundo o presidente do BC, há um grupo de trabalho analisando medidas para melhorar a educação financeira no país.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!