Exchange Cryptopia, da Nova Zelândia, entra com pedido de falência após ser hackeada duas vezes – Portal do Bitcoin

Após sofrer dois ataques hacker em janeiro deste ano, a exchange de criptomoedas Cryptopia, com sede na Nova Zelândia, está sendo liquidada por falência, segundo comunicado de imprensa fixado na página da empresa na quarta-feira (15).

A exchange apontou David Ruscoe e Russell Moore da empresa neozelandesa Grant Thornton como liquidantes da Cryptopia. A instituição é especializada em auditorias e assessoria financeira.

“Apesar dos esforços da administração para reduzir custos e retornar o negócio à lucratividade, foi decidido que a nomeação de funcionários e outras partes interessadas como liquidantes era de melhor interesse dos clientes”, disse a exchange.

Segundo a nota, Ruscoe e Moore estarão focados em garantir os ativos para o benefício de todas as partes interessadas e que, enquanto ocorrem as investigações, as operações da bolsa está suspensa.

“Dadas as complexidades envolvidas, é provável que as investigações dure meses, em vez de semanas”, disse.

A Cryptopia também afirmou que os representantes da Grant Thornton estão trabalhando com especialistas independentes e com autoridades relevantes para realizar acões que levam ao cumprimeto das obrigações da exchange.

Disse, ainda, que nos próximos dias a Grant Thornton entrará em contato com todos os clientes e fornecedores para detalhar tudo sobre a nomeação dos liquidantes.

Exchange duas vezes hackeada

A Cryptopia foi duas vezes alvo de hackers. A primeira delas aconteceu no dia 14 de janeiro deste ano. A exchange, então, comunicou o roubo à polícia e aos usuários e colocou a plataforma em manutenção.

Na ocasião, a exchange não informou o valor roubado. No entanto, um site revelou que 45 horas antes 19.390 ETH tinham saído da carteira da Cryptopia para um endereço desconhecido, que dava na época cerca de US$ 2,5 milhões (R$ 9,25 milhões).

Dez dias depois, uma empresa de análises de transparência publicou um relatório mostrando que o montante roubado foi muito além.

O relatório apontou falta de informações do ocorrido e concluiu que o verdadeiro valor dos criptoativos roubados na exchange somavam cerca de US$ 16 milhões, aproximadamente R$ 60 milhões.

Segunda invasão

Duas semanas depois da primeira invasão e roubo, a Cryptopia foi novamente hackeada. Desta vez, o montante levado foi de 1.675 ethereum (cerca de R$ 700 mil na época).

“Nós estávamos certos. Depois de ficar inativo por muitos dias após o roubo anterior de US$ 16 milhões, o hacker voltou a atacar hoje, desviando 1.675 ETH”, disse a mesma empresa que analisou o ataque anterior.


Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

O post Exchange Cryptopia, da Nova Zelândia, entra com pedido de falência após ser hackeada duas vezes apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!