Guedes: Bolsonaro quer expandir economia de mercado na América Latina

O governo do presidente Jair Bolsonaro está empenhado em transformar a América Latina em uma economia de mercado, disse hoje (16) o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Na cerimônia de homenagem ao presidente pela Câmara de Comércio Brasil–Estados Unidos, em Dallas, o ministro comentou sobre a boa relação de Bolsonaro com os governos da Argentina e do Paraguai.

“O nosso presidente se entende muito bem com os governos da Argentina e do Paraguai. A esquerda quis unificar a América Latina numa economia obsoleta, e nós queremos unificar em uma economia de mercado”, afirmou Guedes.

O ministro também demonstrou otimismo com a aprovação da reforma da Previdência pelo Congresso. Ele reiterou que, depois da aprovação, o governo enviará pacotes de medidas que promovam o crescimento como a quebra do monopólio na distribuição de petróleo e de gás.

“Queremos que o Brasil seja grande de novo. O Senado diz que vai aprovar a reforma da Previdência em 60 dias e isso vai mudar as perspectivas do país. Na segunda parte do ano voltaremos a crescer, podendo quebrar esse duplo monopólio do petróleo e gás, fazendo os preços diminuírem 50%”, disse.

Ao mencionar o prazo de 60 dias para a aprovação das mudanças na Previdência, o ministro foi bastante aplaudido pela plateia, formada por empresários e por representantes do governo. A cerimônia de entrega do prêmio de personalidade do ano pela Câmara de Comércio Brasil–Estados Unidos ocorre há 50 anos. Pela primeira vez, o evento foi realizado fora de Nova York.

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!