BNDES efetua pré-pagamento de R$ 30 bilhões ao Tesouro Nacional

Com o pagamento antecipado efetuado hoje (31) ao Tesouro Nacional de R$ 30 bilhões, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) acumula, desde dezembro de 2015, R$ 340 bilhões de dívidas com a União que foram pré-pagas. Ainda ao longo deste ano, serão feitos pagamentos previstos em contratos superiores a R$ 23 bilhões, informou o banco, por meio de sua assessoria de imprensa.

A liquidação dos R$ 30 bilhões foi decidida pela diretoria do BNDES no último dia 30 de abril e aprovada pelo Conselho de Administração da instituição em 9 de maio.

De acordo com o Tribunal de Contas da União, os pagamentos realizados pelo BNDES devem ser utilizados pela União exclusivamente para abatimento de dívida pública federal. Dessa forma, desde 2015 e incluindo esse último pagamento, o banco contribuiu com a redução da dívida bruta do governo em 5,41% do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.

O BNDES informou que se for computado o serviço da dívida renegociada em outubro de 2018, o impacto total previsto de redução da dívida bruta deverá ficar em torno de 5,75%. “Há ainda possíveis efeitos relativos ao diferencial de juros e o PIB sobre um estoque da dívida menor, o que poderá potencializar ainda mais o efeito de redução da dívida bruta. Esse número será avaliado ao longo do ano pelo Tesouro Nacional”, esclareceu o BNDES.

Em 31 de março deste ano, o BNDES registrava em seu ativo R$ 190,07 bilhões em recursos do Tesouro, aplicados em 365.110 empresas ou instituições.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!