Caixa devolve R$ 3 bilhões à União; cifra deve chegar a R$ 20 bi em 2019 – Exame

Montante será usado, segundo Guedes, para abater os juros da dívida pública. Banco prevê mais R$ 17 bi em devoluções este ano

access_time 12 jun 2019, 15h30 – Publicado em 12 jun 2019, 11h34

São Paulo – A Caixa Econômica Federal anunciou a devolução de 3 bilhões de reais à União no fim da manhã desta quarta-feira, 12. O anúncio foi feito em coletiva à imprensa pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo presidente da instituição, Pedro Guimarães. O montante será usado, segundo Guedes, para abater os juros da dívida pública.

“Dissemos que íamos ‘despedalar’ os bancos públicos durante a campanha e resgatar o que se convencionou chamar de contabilidade criativa. Nossa responsabilidade é devolver esses recursos para a União e garantir que abatam a dívida pública”, disse Guedes durante a coletiva.

Segundo o ministro, essa é a primeira vez que recursos devolvidos de bancos públicos serão usados para abater os juros da dívida. “Se Previdência é o buraco negro maior dos gastos, os juros da dívida vêm em segundo lugar. O Brasil constrói uma Europa por ano sem sair da pobreza. Dinheiro que poderia estar sendo usando em saúde, educação”, diz.

O anúncio de hoje envolve a primeira parcela de um empréstimo R$ 43,2 bilhões feito pelo Tesouro Nacional ao banco durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Segundo Guimarães, ao longo do ano, mais 17 bilhões de reais serão enviados de volta os cofres públicos, totalizando 20 bilhões de reais em devoluções. O montante ainda precisa da autorização do BC para sair da Caixa.

Esse dinheiro que volta para resgatar a dívida pública, de acordo com Guedes, vai “desestatizando gradativamente o mercado de crédito”, no qual a participação dos bancos públicos chegou a 60%.

Outros bancos estatais devem seguir o movimento da Caixa na devolução dos chamados os chamados Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida (IHCD).

A expectativa do governo é receber no total 89 bilhões de reais de Caixa, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil, Banco Nacional do Nordeste (BNB) e Banco da Amazônia (Basa).

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!