Em dia de otimismo, Bolsa sobe e aproxima-se de recorde histórico

Em um dia de otimismo no mercado financeiro, o dólar caiu para o menor nível em mais de dois meses, e a Bolsa de Valores voltou a aproximar-se do recorde histórico. O índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), subiu 1,53%, fechando aos 98.960 pontos, maior nível desde 19 de março, quando o indicador tinha fechado aos 99.588 pontos.

O Ibovespa aproxima-se do recorde de 99.994 pontos, registrado um dia antes, em 18 de março. No mercado de câmbio, o dólar comercial encerrou esta terça-feira (11) vendido a R$ 3,85, com recuo de 0,88%. Foi a cotação mais baixa em dois meses, desde 10 de abril, quando a divisa tinha encerrado vendida a R$ 3,824.

O dólar operou em baixa durante toda a sessão, mas intensificou a queda a partir do início da tarde, quando a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional aprovou um crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões para permitir que o governo emita títulos da dívida pública para evitar a interrupção de gastos correntes, como o pagamento de aposentadorias, do Bolsa Família e de demais benefícios assistenciais e dos subsídios do Plano Safra.

A Bolsa de Valores também ampliou o ritmo de alta depois da aprovação do texto na CMO. Por unanimidade, o plenário do Congresso aprovou o crédito extraordinário.em sessão conjunta, por 450 votos favoráveis e nenhum contra.

Edição: Nádia Franco

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!