Bolsas da Ásia fecham em baixa com redução das apostas em cortes de juros nos EUA – Isto É

As bolsas asiáticas fecharam em queda nesta segunda-feira. Os mercados locais também reagiram ao fato de que, após um relatório de empregos (payroll) forte nos Estados Unidos na sexta-feira, houve um ajuste na expectativa para as ações do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) ao longo deste ano, com uma redução das apostas em um corte mais agressivo de juros nos EUA.

A Bolsa de Xangai fechou com baixa de 2,58%, em 2.933,36 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, teve queda de 2,90%, a 1.554,80 pontos. Na agenda de indicadores da China, o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) informou que as reservas cambiais do país aumentaram US$ 18,23 bilhões em junho, a US$ 3,12 trilhões, uma alta mensal de 0,6% e um resultado praticamente em linha com a previsão de US$ 19 bilhões dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. O avanço nas reservas cambiais chinesas ocorreu pelo segundo mês consecutivo.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei caiu 0,98%, a 21.534,35 pontos. O fortalecimento do iene ante o dólar também influenciou no Japão, já que isso tende a pressionar ações de exportadoras locais. Entre as ações em foco, a varejista Aeon registrou baixa de 4,7% e Suzuki Motor, de 4,4%.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve baixa de 1,54%, a 28.331,69 pontos. A ação da fabricante chinesa de materiais esportivos Anta Sports registrou queda forte, de 7,3%, entre os papéis em foco. Além disso, ações de fabricantes de partes de veículos, do setor de biotecnologia e de conglomerados industriais lideraram as quedas.

O índice Kospi fechou em queda de 2,20%, em 2.064,17 pontos, na Bolsa de Seul. Com isso, o mercado sul-coreano interrompeu dois dias de ganhos. As ações de tecnologia lideraram as baixas, diante de preocupações de exportações contidas no Japão de alguns materiais, entre eles semicondutores. Samsung Electronics caiu 2,7% e a fabricante de microchips SK Hynis recuou 1,5%. Papéis do setor de construção também recuaram, com Hyundai Engineering & Construction e GS Engineering & Construction em baixas de 3,8% e 2,6%, respectivamente.

Em Taiwan, o índice Taiex fechou em queda de 0,32% em 10.751,22 pontos.

Na Oceania, na Bolsa de Sydney o índice S&P/ASX 200 registrou baixa de 1,17%, em 6.672,20 pontos, também influenciada pelas apostas sobre o Fed. A praça local interrompeu com isso uma sequência de cinco altas seguidas e teve seu pior desempenho diário desde o início de junho. Papéis ligados a investimentos imobiliários se saíram mal, enquanto aquelas relacionados ao consumo discricionário perderam menos, mas também caíram.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!