Plenário da Câmara rejeita tirar reforma da Previdência da pauta – Isto É

A primeira tentativa da oposição de impedir a aprovação da reforma da Previdência foi malsucedida. Por 331 votos a 117, o Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta noite requerimento do PDT para retirar de pauta a proposta de emenda à Constituição (PEC) da sessão de hoje (9).

Parlamentares governistas comemoraram o resultado, afirmando que o placar funciona como um termômetro informal da disposição dos deputados em aprovar a reforma da Previdência. A PEC necessita de 308 votos, equivalentes a três quintos dos deputados, para ser aprovada em primeiro turno.

No domingo (7), o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, tinha afirmado ter 330 votos para aprovar a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

Esse foi apenas o primeiro requerimento da oposição, que não fechou acordo com o governo e decidiu obstruir a sessão por falta de acordo. Os requerimentos deverão ser votados um a um. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que pretende encerrar a fase de discussão nesta madrugada.

Até o momento, foram apresentados 77 destaques ao texto principal da reforma, sendo 18 deles de bancada e os outros 59 individuais – que podem ser rejeitados em bloco. Novos destaques podem ser apresentados até o início da votação do texto aprovado pela comissão especial da Câmara.


Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!