Dólar sobe com ajuste a exterior; volatilidade cambial torna a cair Por Reuters – Investing.com


Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) – O subiu ante o real nesta segunda-feira, primeira alta em mais de uma semana, num movimento amparado pela força da moeda no exterior.

Contudo, a volatilidade implícita no câmbio voltou a cair, renovando o menor patamar desde abril de 2018, num sinal de que investidores têm enxergado menos riscos à frente.

O subiu 0,45%, a 3,7563 reais na venda. É a primeira alta desde 5 de julho, quando a cotação avançou 0,54%.

Na B3, o dólar futuro tinha ganho de 0,56%, para 3,7625 reais.

O índice, que mede o valor do dólar contra uma cesta de moedas, subia 0,14% no fim da tarde, puxado pelas quedas do euro e da libra esterlina.

O mercado compra mais dólares conforme reavalia as chances de um corte mais agressivo de juros pelo Federal Reserve, em meio a alguma trégua nas tensões comerciais EUA-China e recordes nos mercados de ações dos EUA.

Apesar do viés de dólar forte no exterior, o real figurou nesta sessão entre as moedas de pior desempenho, com a terceira pior performance, melhor apenas que o peso argentino e a libra.

Analistas viram o desempenho mais fraco do real como um ajuste, depois de a moeda brasileira ter encabeçado a lista de ganhos por várias sessões, diante do otimismo com o andamento da reforma da Previdência.

“Apesar do adiamento do segundo turno para agosto, os mercados estão reagindo com calma. Existe uma percepção entre os analistas de que o grande número de votos a favor dificilmente será revertido”, disse economista-chefe da Genial Investimentos, José Márcio Camargo.

O mercado ainda espera dólar de 3,80 reais ao fim do ano, segundo a mais recente pesquisa Focus. E, de acordo com agentes financeiros, uma queda mais sustentada do dólar depende não apenas da aprovação da reforma da Previdência.

“Em nossa opinião, a performance relativamente mais fraca tanto das ações quanto do câmbio está ligada empiricamente ao crescimento mais fraco”, disseram analistas do UBS em nota a clientes.

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!