Dólar sobe ante real pelo 2º pregão seguido com atenções a mercado externo Por Reuters – Investing.com


Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar subiu pelo segundo dia consecutivo ante o real nesta terça-feira, o que não acontecia desde o começo do mês, num movimento influenciado pelo ambiente externo de dados fortes nos Estados Unidos, que alimentaram incerteza sobre quão “dovish” o Federal Reserve será ao decidir o rumo do juro no fim deste mês.

O dólar à vista teve valorização de 0,39%, a 3,7711 reais na venda. Na B3, o contrato de dólar futuro mais negociado tinha alta de 0,29%, para 3,7720 reais. Lá fora, o índice, que mede a variação do dólar contra uma cesta de moedas, subia 0,45%.

Além do otimismo com a reforma da Previdência, as quedas recentes do dólar vinham sendo atribuídas em parte à percepção de que o Fed poderia cortar os juros em 0,50 ponto percentual no fim de julho. O chairman do banco central dos EUA, Jerome Powell, reiterou a promessa de “agir conforme apropriado” para sustentar a expansão econômica dos EUA.

Juros mais baixos nas principais economias melhoram a relação risco/retorno para aplicações em ativos de mercados mais arriscados, como os emergentes, o que pode estimular entrada de capital para o Brasil, contribuindo para alívio no dólar.

Apesar de dúvidas, alguns analistas de mercado ainda veem um cenário de dólar mais fraco no mundo como resultado da sinalização de corte de juro pelo Fed devido a questões fora dos EUA.

“Em 2016, o Fed assumiu postura similar por algum tempo, o que preparou as bases para um impressionante rali nos mercados emergentes até o começo de 2018”, disseram estrategistas do Morgan Stanley em nota a clientes. Nesse intervalo, as moedas emergentes se valorizaram 22%.

“Para o real, vejo a taxa de 3,80 (por dólar) como justa até o fim do ano, mas ainda acredito que o dólar poderá cair abaixo das mínimas recentes no segundo semestre conforme a reforma da Previdência avança no Congresso”, afirmou Rodrigo Franchini, responsável pela área de produtos da Monte Bravo.

A mínima recente de fechamento para o dólar foi de 3,7393 reais, em 12 de julho.

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!