Indústria paulista fecha semestre com mais 2,5 mil postos de trabalho

A indústria paulista encerrou o primeiro semestre deste ano com saldo positivo na geração de postos de trabalho. De janeiro a junho, o nível de emprego na industria aumentou 0,11%, com saldo positivo de 2,5 mil vagas. No acumulado dos últimos 12 meses, no entanto, houve queda de 2,42% ou saldo negativo de 52 mil postos de trabalho no setor.

No mês de junho, a indústria paulista fechou 13 mil postos de trabalho, uma queda de 0,61%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (17) pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

“A geração de emprego foi fraca no primeiro semestre, ficando abaixo das nossas expectativas. Esse resultado sinaliza que a indústria paulista deve ter fechamento líquido de vagas no ano de 2019”, disse o segundo vice-presidente da Fiesp, José Ricardo Roriz.

Entre os setores pesquisados em junho, 77% apresentaram queda no nível de emprego: quatro contrataram, 17 demitiram e um permaneceu estável.

Os principais destaques negativos foram registrados nos segmentos de veículos automotores, reboque e carroceria (com fechamento de 2.260 postos de trabalho), de produtos alimentícios (-2.074) e de confecção de artigos do vestuário e acessórios (-1.305).

No campo positivo, figuraram produtos diversos (abertura de 318 vagas); bebidas (199) e celulose, papel e produtos de papel (156).

Edição: Nádia Franco

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!