FED Dominou Ontem e Domina Hoje o Mercado – Investing.com

Apesar dos números do Netflix (NASDAQ:), o cenário corporativo retomou o contexto positivo com os resultados da Microsoft (NASDAQ:) acima das expectativas dos analistas.

Além disso, o grande foco recente continua a ser o Federal Reserve e a possibilidade de corte de juros nos EUA, reforçada no discurso do membro do Fed de NY, John Williams, indicando possivelmente um movimento agressivo.

Outro que pode reforçar tal premissa é John Bullard hoje durante o encontro anual do Central Bank Research Association.

Por ser um dos primeiros defensores de um corte de 25 pontos-base, suas visões sobre o FOMC geram grande expectativa, num cenário esvaziado na agenda econômica, além da corporativa, da qual de relevantes somente se destacam Amex e BlackRock.

No mercado local, o ânimo com a possibilidade de corte de juros nos EUA elevou os ativos a novos patamares, principalmente no mercado de juros futuros, o qual tem passado uma semana de consideráveis volumes diminutos e baixas oscilações.

O fechamento expressivo da curva de juros se destaca na perspectiva de afrouxamento americano, mas na possibilidade de ocorrência do mesmo no Brasil, com o período podendo coincidir com a aprovação da reforma da previdência em setembro, data do possível corte do FOMC.

Ao COPOM, ainda que resistam dúvidas quanto à eficácia de cortes de juros no Brasil, dada uma série de fatores, o corte de 50 bp neste ano todo seria protocolar, até para atender aquilo que o BC tem pregado desde a mudança do colegiado em 2016: cortes necessitam de reforma.

Com a reforma aprovada, o BC precisa ao menos testar o cenário de juros ainda mais baixos, dada a atual atividade econômica a inflação controlada.

CENÁRIO POLÍTICO

As dúvidas quanto o período de liberação das contas do FGTS barrou novamente no corporativismo no Brasil.

O setor de construção civil “levantou as cristas” para a medida, levando a possível mudança do texto do governo, saindo de R$ 42 bi para R$ 30 bi o montante disponível.

O governo tende a ajustar esta demanda, se alinhando um pouco mais à equipe econômica, nitidamente contra a figura do FGTS como ela foi desenhada, o que pode levar a liberação nas datas de aniversário de parte das contas ativas e também limpar os saldos das contas inativas.

Com o impulso de curto prazo, a mudança na atividade econômica tende a ser marginal, centrada no trimestre de sua ocorrência, porém pessoas menos endividadas para o período de festas é algo bastante positivo.

ABERTURA DE MERCADOS
A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em alta, com a perspectiva de um FED agressivo nos juros.

Na Ásia, o fechamento foi positivo, também pelas declarações de membros do FED.

O opera em alta contra a maioria das divisas, enquanto os Treasuries operam positivos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, altas, destaque ao .

O abre em alta, após o abate de drones iranianos.

O índice de volatilidade abre em queda de 0,22%.

CÂMBIO

Dólar à vista : R$ 3,7205 / -1,20 %
Euro / Dólar : US$ 1,12 / -0,346%
Dólar / Yen : ¥ 107,63 / 0,308%
Libra / Dólar : US$ 1,25 / -0,128%
Dólar Fut. (1 m) : 3733,44 / -0,82 %

JUROS FUTUROS (DI)

DI – Julho 20: 5,52 % aa (-0,12%)
DI – Janeiro 21: 5,53 % aa (-0,90%)
DI – Janeiro 23: 6,35 % aa (-0,47%)
DI – Janeiro 25: 6,93 % aa (-0,43%)

BOLSAS DE VALORES

FECHAMENTO

: 0,83% / 104.717 pontos
: 0,01% / 27.223 pontos
: 0,27% / 8.207 pontos

: 2,00% / 21.467 pontos
: 1,07% / 28.765 pontos
: 0,77% / 6.700 pontos

ABERTURA

: 0,191% / 12251,16 pontos
: 0,049% / 5553,27 pontos
FTSE: 0,094% / 7500,13 pontos

Ibov. Fut.: 0,74% / 105116,00 pontos
S&P Fut.: 0,037% / 2998,70 pontos
Nasdaq Fut.: 0,268% / 7954,75 pontos

COMMODITIES

Índice Bloomberg: 0,74% / 79,42 ptos

Petróleo WTI: 1,18% / $55,95
:1,50% / $62,86

: -0,48% / $1.439,13
Minério de Ferro: -0,22% / $120,87

: 0,07% / $15,39
: 0,41% / $425,50
: 1,13% / $107,15
: 1,13% / $11,62

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!