Polícia Civil investiga empresa suspeita de pirâmide financeira que dizia operar na Bolsa – Portal do Bitcoin

Uma empresa de consultoria de investimentos financeiros chamada ‘All Invest’ está sendo investigada por crime contra a economia popular pela Polícia Civil de Goiânia (GO). De acordo com o G1, as autoridades suspeitam que o negócio oferecido pode ser um esquema de pirâmide financeira.

Segundo a reportagem, um advogado afirmou que seu cliente tenta receber cerca de R$ 1 milhão, mas não está tendo sucesso. A empresa disse que vai cumprir com os pagamentos em menos de 30 dias.

Um dos investidores na All Invest é a engenheira Caroline Gonçalves. Ela disse que foi indicada por um amigo que lhe afirmou que obteve bons rendimentos oriundos de negociações em bolsa e no mercado de bens imóveis.

“O meu colega comentou que eram mercados imobiliários, que eles faziam compras e vendas e bolsa de valores”, disse.

Um contrato, então, foi firmado em cartório entre ela e a empresa. O valor investido foi de R$ 8 mil. A promessa era de que ela recebesse R$ 1.200 de juros no mês seguinte, ou seja, R$ 9.200.

Empresa pagou por dois meses

Caroline conta que recebeu 15% sobre o valor investido por dois meses seguidos, mas nenhuma porcentagem foi repassada no mês de junho. Ela, então, procurou a polícia e fez uma denúncia.

Segundo ela, quando cobrava, a empresa sempre dava desculpa — que estaria pagando por limite de TED. No entanto, ela soube que cheques da instituição teriam sido devolvidos, então não bateram as informações.

Empresário investiu R$ 800 mil

Outro caso que foi parar na justiça é o de um empresário que investiu R$ 800 mil no negócio. Sua defesa afirma que a All Invest deve mais de R$ 1 milhão a ele, que recebeu apenas R$ 120 mil, em um mês, e nada mais.

“A empresa sempre fala que vai pagar na quinta, empurra para segunda, chega segunda e marca para outro dia, assim vai, e não paga”, disse o advogado Leonardo Catoeira, conforme publicou o G1.

O delegado Frederico Maciel informou que os casos já estão sendo apurados e que os responsáveis pela All Invest devem ser ouvidos nos próximos dias.

Empresa prometeu quitar

Uma declaração feita ao Ministério Público foi replicada aos clientes pela All Invest. Nela, a empresa se compromete a quitar as dívidas em até 20 dias úteis.

Halisson Pereira Michelone, advogado que defende a empresa, disse que a captação de novos clientes está suspensa até o desfecho da quitação, que terá início no dia 22 de julho.

Michelone disse que “o valor que é pago aos clientes vem de investimentos”.

Ele acrescentou:

“Existem nove consultores e eles ganham apenas comissão. Não é sobre o que o cliente traz, então isso já não configura uma pirâmide financeira”.


 Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

O post Polícia Civil investiga empresa suspeita de pirâmide financeira que dizia operar na Bolsa apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!