China abre mercado para leite em pó e queijos brasileiros, diz governo – Exame

A habilitação acontece em um momento em que o Brasil aguarda a autorização para dezenas de unidades exportadoras de carnes

Por Roberto Samora, da Reuters

access_time 23 jul 2019, 14h28

São Paulo — A China abriu o mercado para lácteos brasileiros e habilitou 24 estabelecimentos do Brasil para exportação de produtos como leite em pó e queijos, de acordo com o Ministério da Agricultura nesta terça-feira (23).

A habilitação dos chineses acontece em um momento em que o país aguarda a autorização para dezenas de unidades exportadoras de carnes pela China.

Em nota, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que a abertura do mercado lácteo impulsionará a cadeia produtiva do leite, que está em dificuldades, segundo ela.

De acordo com o ministério, a certificação estava acordada com a China desde 2007, mas não havia nenhuma planta brasileira habilitada a exportar desde então.

O ministério destacou que o Brasil produz 600 milhões de toneladas de leite, enquanto China importa 800 milhões de toneladas, “200 milhões de toneladas a mais do que produzimos”.

Entre os produtos que poderão ser exportados estão não fluidos, como leite em pó, queijos e leite condensado.

Com a habilitação dos estabelecimentos, a expectativa é o setor exportar 4,5 milhões de dólares em queijos, estima a Viva Lácteos, segundo informação citada pelo ministério. Em 2018, os chineses importaram 108 mil toneladas em queijos, conforme a entidade.

Já as exportações brasileiras de queijos cresceram 65,2% nos últimos três anos, afirmou a nota.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!