Dólar supera R$3,78 com incerteza sobre mais estímulos no exterior Por Reuters – Investing.com

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar subiu nesta quinta-feira ao maior patamar em mais de duas semanas contra o real, acima de 3,78 reais, em meio a dúvidas sobre a disposição dos bancos centrais para aumentar a liquidez no mundo, expectativa essa que nas últimas semanas patrocinou a valorização do real e de outras moedas emergentes.

O dólar à vista fechou em alta de 0,36%, a 3,7826 reais na venda.

É o maior nível desde 8 de julho (3,8081 reais).

O mercado demonstrou certa frustração com o tom do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, considerado menos inclinado a estímulos do que o antecipado. Isso, somado a dados mais fortes nos Estados Unidos, adicionou mais dúvidas sobre a disposição do Federal Reserve (Fed) em promover um corte mais agressivo de juros na semana que vem.

Boa parte da queda recente do dólar esteve relacionada à perspectiva de condições monetárias mais frouxas no mundo, diante da ampla expectativa de que os principais bancos centrais reforçariam medidas de estímulo.

O alívio nas condições financeiras no exterior aumentaria a liquidez, que poderia migrar para mercados que oferecem retornos comparativamente mais elevados, caso do Brasil. Com mais fluxo, o dólar tenderia a cair.

O cenário geral, porém, segue favorável a mais valorização do real, de acordo com estrategistas do CIBC Capital Markets, braço do Canadian Imperial Bank of Commerce. “Esperamos que a tendência de queda do dólar ante o real se mantenha em direção aos 3,65 reais, conforme as diluições da reforma da Previdência são mantidas em patamares mínimos”, disseram os estrategistas em nota a clientes.

A última vez que o dólar foi cotado na faixa de 3,65 reais foi em 31 de janeiro passado (3,6588 reais).

(Edição de Isabel Versiani)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!