Guedes quer pacto federativo e reforma tributária aprovados no 2º semestre – Exame

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que no segundo semestre deste ano o governo vai fechar o pacto federativo, que dá maior autonomia aos Estados, e aprovar no Congresso a reforma tributária, o que deve ajudar a destravar a economia.

Ele deu como exemplo de problema das amarras orçamentárias, que também atingem o governo federal, informando que o ministro da Justiça, Sergio Moro, quer R$ 500 milhões para a Força de Segurança Nacional, mas tem R$ 1,5 bilhão para construir penitenciárias e não pode utilizar esses recursos para outra finalidade.

“Ele não pode colocar a mão, quem disse que ele quer fazer penitenciária? Não pode isso…”, declarou durante palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Segundo o ministro, “para ver onde chegou o manicômio tributário”, as igrejas não podem ser tributadas, mas gastam dinheiro para poder manter o governo informado das suas contas. “A multa se a igreja não informar é de R$ 40 mil”, informou.

Ele reafirmou a intenção do governo de “disparar o canhão da privatização”, e, sem dar detalhes, disse que “vem empresa grande por aí”

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!