Brasil quer fazer justiça com Paraguai sobre Itaipu, diz Bolsonaro – Exame

Brasília — O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que o governo está resolvendo a situação de Itaipu com o Paraguai e quer “fazer justiça”, e assim evitar problemas para o presidente paraguaio, Mario Abdo.

“Lá você sabe como funciona, né? Lá é muito rápido o impeachment”, disse Bolsonaro a jornalistas.

“Ontem conversei com o (Joaquim) Silva e Luna, presidente da parte brasileira da Itaipu. Estamos resolvendo esse assunto. Pode deixar que o Marito (Abdo) vai ser reconhecido pelo bom trabalho que está fazendo no Paraguai”, acrescentou.

O acordo – considerado por autoridades e parlamentares paraguaios bastante prejudicial porque elevaria as despesas do país com Itaipu em cerca de 200 milhões de dólares –  foi divulgado ao público na semana passada, embora tenha sido firmado em maio, e levou à renúncia na segunda-feira do chanceler do Paraguai, Luis Castiglioni, e outras três autoridades.

“Olha, nosso relacionamento com o Paraguai é excepcional, excelente. Estamos dispostos a fazer justiça neste questão de Itaipu Binacional, que é importantíssimo no Paraguai e importante para nós”, disse Bolsonaro.

“Não é questão de ceder ao Paraguai. Não é meio a meio? A princípio é por aí. As pequenas derivações a gente acerta aí”, acrescentou.

Em entrevista à Reuters, o presidente do centro de estudos em energia Acende Brasil, Claudio Sales, disse que o acordo é positivo para o Brasil e corrige distorções que geraram custos extras para os brasileiros nos últimos anos.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!