Dólar sobe ante real com cautela renovada no exterior ligada à disputa entre EUA e China Por Reuters – Investing.com

© Reuters. (Blank Headline Received)

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar subia ante o real nesta sexta-feira, com busca por cautela no exterior após uma escalada nas tensões comerciais entre Estados Unidos e China. Às 10:21, o dólar avançava 0,48%, a 3,8658 reais na vendaNa véspera, o dólar avançou 0,79% e encerrou a 3,8475 reais na venda. Neste pregão, o dólar futuro subia cerca de 0,7%.No exterior, foi desencadeada uma busca por proteção após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciar na véspera que aplicará tarifas de 10% sobre 300 bilhões de dólares remanescentes em importações chinesas a partir de 1º de setembro.

De acordo com analistas da XP Investimentos, a medida pode impactar o Brasil de duas maneiras: com crescimento menor, “mas difícil de estimar e provavelmente muito marginal” e com possibilidade de novos cortes de juros aqui se o Federal Reserve “acelerar seu passo de cortes, dado que a economia pode ser comprometida com a retaliação à China.” Após o anúncio de Trump, operadores de juros futuros começaram a remontar posições de que o Fed reduzirá juros novamente neste ano. Agentes precificam agora mais dois cortes de juros até o fim do ano, incluindo uma confiança quase completa de que o Fed afrouxará a política monetária de novo quando se reunir no próximo mês.

No entanto, o real não se beneficiava nesta sexta-feira da percepção de que o Fed poderia cortar juros. Na avaliação do economista da Tendências Consultoria, Silvio Campos Neto, o efeito da nova rodada de tarifas sobre emergentes, mais notadamente o real, é mais negativo do que positivo. Os riscos se sobrepõem a qualquer efeito eventual de corte de juros pelo Fed, que ainda é incerto, segundo ele.

“Talvez estimule algum corte a mais, mas por outro lado o aumento de tarifas pode ter pressões inflacionárias. A equação não é tão simples”, explicou.

No panorama doméstico, investidores se preparam para a retomada dos trabalhos no Congresso após o período de recesso parlamentar. A expectativa é que as matérias econômicas, notadamente a votação em segundo turno da reforma da Previdência, ocorram na próxima semana. O Banco Central realiza nesta sexta-feira leilão de até 11 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento outubro, no valor de 11,5 bilhões de dólares.

(Por Laís Martins)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!