Petrobras vai desativar e desmontar 10 plataformas até 2020 – Exame

Rio de Janeiro — A Petrobras vai descomissionar dez plataformas mais antigas até o ano que vem, e não prevê impacto na produção, pois tais unidades já não estão em atividade, disse o gerente da estatal para a área, Eduardo Zacaron.

As unidades a serem descomissionadas estão localizadas nas bacias de Campos, Sergipe-Alagoas e Espírito Santo.

O descomissionamento inclui FPSOs Cidade do Rio de Janeiro, Cidade Rio das Ostras e P-33, em Campos, e Piranema, na Bacia de Sergipe-Alagoas.

A desmobilização de Cidade do Rio de Janeiro e Cidade Rio das Ostras está prevista para este ano, e o descomissionamento dos demais equipamentos ocorrerá em 2020.

A empresa vai realizar ainda o descomissionamento das plataformas P-7, P-12 e P-15, em Campos, no ano que vem. O projeto da Petrobras prevê também a desmobilização em 2020 das plataformas PCA 1, 2 e 3.

“Não haverá impacto na produção porque já não produzindo mais”, disse Zacaron a jornalistas em evento da FGV Energia.

Segundo ele, outros projetos de descomissionamento estão sendo analisados internamente, mas não há um plano definido. Ele não comentou sobre os custos para o descomissionamento.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!