EUA designam China como manipuladora cambial – Exame

Washington — O governo dos Estados Unidos estabeleceu que a China está manipulando o câmbio e vai trabalhar com o Fundo Monetário Internacional para eliminar competição injusta de Pequim, disse o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, em um comunicado nesta segunda-feira.

Os americanos denunciaram oficialmente os chineses por manipular o iuane, e acusaram Pequim de enfraquecer sua moeda deliberadamente, em meio à escalada comercial entre as maiores economias mundiais.

A medida eleva a temperatura nas já tensas relações entre EUA e China e cumpre a promessa do presidente norte-americano, Donald Trump, de rotular a China como manipuladora cambial pela primeira vez desde 1994.

O movimento dos EUA ocorre após a China permitir que sua moeda, o iuan, se enfraquecesse além do nível de 7 iuanes por dólar pela primeira vez em mais de uma década. O governo chinês disse mais tarde que deixaria de comprar produtos agrícolas dos EUA, inflamando uma guerra comercial com os Estados Unidos.

A forte queda de 1,4% no iuan vem dias após Trump surpreender os mercados financeiros, prometendo impor tarifas de 10% sobre os 300 bilhões de dólares restantes das importações chinesas a partir de 1º de setembro, rompendo abruptamente um breve cessar-fogo na guerra comercial que afetou as cadeias de fornecimento globais e desacelerou o crescimento.

A notícia abateu fortemente o dólar e reforçou o preço do ouro.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!