Consumidor residencial da Celpa terá aumento de 1,74% na conta de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (6) reajuste tarifário de médio de 1,74% para os consumidores residenciais atendidos pela Centrais Elétricas do Pará (Celpa). A revisão tarifária prevê uma redução média de -3,81% para os consumidores da alta tensão, como as indústrias, e aumento de 2,12% para os clientes atendidos em baixa tensão. A Celpa atende 2,6 milhões de unidades consumidoras no estado do Pará. Os valores serão aplicados a partir de amanhã (7).

Segundo a Aneel, na revisão tarifária da Celpa, os índices aprovados foram mais impactados pelos custos para remunerar a atividade de distribuição de energia e componentes financeiros previstos para compra de energia e risco hidrológico.

De acordo com a agência, também pesou na avaliação do processo tarifário a “definição da trajetória de perdas não técnicas (furto ou fraude de energia)” da concessionaria paraense. A Aneel estipulou trajetória linear para atingimento da meta de 32% de perdas não técnicas até o fim do ciclo da concessionária em 2022.

Outro ponto que contribuiu para um reajuste menor foram os gastos com encargos setoriais que colaboraram para reduzir o índice de revisão tarifária em 5,20%.

Redução

Já os consumidores residenciais atendidos pela EDP Espírito Santo ficarão com o preço das tarifas de energia, em média, 6,57% mais baixo. A redução para os consumidores atendidos na baixa tensão terá efeito médio de 5,56% e de 3,22% para os de alta tensão, com impacto médio de 4,84%.

Os novos valores também serão aplicados a partir desta quarta-feira. A EDP atende 1,57 milhão de unidades consumidoras em 70 municípios do Espírito Santo. A maior parte (1,1 milhão de unidades) desses consumidores é de baixa renda.

 

Edição: Nádia Franco

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!